AnaMaria

Jornalista da Globo é ameaçado de morte após reportagem sobre fuzilamento

A matéria relatava que um veículo com civis foi fuzilado por agentes do exército no Rio

Da Redação Publicado em 08/04/2019, às 15h33 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Carlos de Lannoy compartilhou a mensagem em suas redes sociais - Reprodução/TV Globo
Carlos de Lannoy compartilhou a mensagem em suas redes sociais - Reprodução/TV Globo

O repórter Carlos de Lannoy recebeu uma ameaça de morte após a exibição de sua matéria no ‘Fantástico’, na noite deste domingo (7).

A reportagem era sobre um veículo fuzilado por agentes do exército no Rio de Janeiro (RJ). A tragédia resultou na morte de Evaldo Rosa dos Santos, de 51 anos, que estava indo com a família participar de um chá de bebê

Nos comentários de uma publicação do jornalista, um internauta declarou: “Se você escolher falar merda e defender bandido é escolha sua. Seu *****! Se for errado, paga com a vida! Mexeu com o exército, assinou sua sentença! Sua família vai pagar! Aguarde as cartas”.

“Você vai responder por essa ameaça. O que você fez não é apenas uma afirmação vergonhosa, infeliz e lamentável, mas um crime previsto em lei. Aguarde”, respondeu Lannoy à ameaça.

O registro da conversa foi publicada no perfil do jornalista no Twitter, que afirmou que não deixará a situação para trás.