AnaMaria

Jornalista da Globonews comete gafe durante link ao vivo

A repórter acabou se irritando com uma falha técnica na transmissão

Da Redação Publicado em 19/06/2020, às 14h34 - Atualizado em 06/07/2020, às 19h37

Jornalista da Globonews comete gafe durante link ao vivo - Reprodução/Globonews
Jornalista da Globonews comete gafe durante link ao vivo - Reprodução/Globonews

A transmissão do jornal matinal da GloboNews, exibida na última quinta-feira (18), acabou sendo marcada por um climão entre as jornalistas. Tudo começou quando a repórter Cecília Flesh foi chamada para um link ao vivo.

Ela entrou para atualizar as notícias sobre o caso Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro que foi preso em Atibaia, no interior de São Paulo. Entretanto, ocorreu uma falha de comunicação com o estúdio e a profissional acabou se irritando.

Cecília virou-se de costas para a câmera e assim permaneceu até que as âncoras do jornal a perguntaram se ela estava ouvindo. Passado algum tempo, a repórter explicou que estava escutando e divulgou às informações. 

PRISÃO DE QUEIROZ 

Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, foi preso na manhã desta quinta-feira (18) em Atibaia (SP), em uma ação conjunta do Ministério Público do Rio de Janeiro e Ministério Público de São Paulo.

Queiroz foi localizado em um imóvel pertencente a Frederick Wassef, advogado de Jair Bolsonaro e seu filho Flavio.

A prisão do ex-assessor é preventiva. Policiais também realizaram busca e apreensão no local e em um imóvel ligado a Bolsonaro.

O delegado Osvaldo Nico Gonçalves, que participou da prisão, disse que o caseiro informou que Queiroz já estava no imóvel há cerca de um ano.


Segundo ele, Queiroz estava sozinho e não resistiu, apenas informou que estava um pouco doente. O ex-assessor trata de um câncer.

Fabrício Queiroz foi levado para o Palácio da Polícia, no centro de São Paulo, para realizar todos os procedimentos legais, mas deve ser transferido para o Rio de Janeiro ainda nesta quinta-feira (18).