Jornalista da Record fala sobre acusações de assédio de 12 mulheres

Repórter da Record TV é acusado de assédio por 12 funcionárias da emissora

Da Redação Publicado sexta 24 maio, 2019

Repórter da Record TV é acusado de assédio por 12 funcionárias da emissora
Gérson Souza é repórter do 'Domingo Espetacular' - Reprodução/Rede Record

Gérson de Souza, repórter da Record TV que atua produzindo reportagens para o programa 'Domingo Espetacular', comentou sobre as 12 acusações de assédio que sofreu de funcionárias da emissora. 

De acordo com o Notícias da TV , em texto publicado na última quinta-feira (23), foram oficializadas sete denúncias contra o jornalista. Outras cinco foram feitas ao departamento de Recursos Humanos da empresa. Duas chegaram a registrar um Boletim de Ocorrência por assédio sexual e difamação. 

Gérson revelou para o jornalista Daniel Castro que, em sua visão, as acusações não passam de uma revanche, pois ele criticou o trabalho das mesmas mulheres que o denunciaram

"Eu reclamei com a chefia da qualidade das pautas delas, era roteiro que não tinha o nome do entrevistado, que não tinha informações. Estou vendo isso como revanchismo. Tenho certeza de que estão reagindo a uma observação que fiz sobre a qualidade do serviço dela", contou. 

A emissora, que não divulgou o nome das 12 mulheres, revelou que está apurando os acontecimentos e orientando as vítimas a procurarem a Justiça

RELATO
O site entrou em contato com uma das denunciantes, que preferiu falar sob sigilo. "Ele chegou por trás e me beijou na boca. Ficou mostrando a língua e saiu dizendo que roubado era mais gostoso. Foi nojento."

Ela ainda revelou que as abordagens inconvenientes acontecem há alguns anos. No entanto, ressaltou que algumas atitudes difamatórias dele contra ela foram o ápice para que tomar a atitude de denunciar.

"Ele começou a gritar na Redação que eu era incompetente, que meu trabalho é uma bosta", pontuou a mulher. 

Último acesso: 27 Oct 2020 - 20:40:07 (1063407).