AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Jovem que teve rosto tatuado pelo ex inicia processo de remoção: "Alívio"

Tayane Caldas teve o rosto tatuado com o nome de seu ex-namorado

Da Redação Publicado em 27/05/2022, às 14h40

Jovem teve rosto tatuado à rosto pelo ex em Taubaté (SP) - Reprodução/Instagram
Jovem teve rosto tatuado à rosto pelo ex em Taubaté (SP) - Reprodução/Instagram

Tayane Caldas deu inicio ao processo de remoção da tatuagem feita à força por seu ex-namorado em seu rosto. No caso, que repercutiu nas redes sociais, o garoto escreveu seu nome e sobrenome na bochecha da moça.

Após o grande número de mobilizações a favor de Tayane, a jovem ganhou a remoção de uma clínica de estética em Taubaté, São Paulo. Em vídeos publicados no Instagram, a profissional responsável dividiu a reação da menina após a primeira sessão.

"Uma sensação de alívio, de felicidade. De sentir o recomeço, de me sentir livre", disse Tayane. A esteticista, Cinthia Diaz, ainda explicou o procedimento de Caldas, que consiste em várias sessões de remoção a laser.

"O laser não tira o pigmento na hora, ele fragmenta em partículas menores para que o organismo consiga filtrar e eliminar, não é uma sessão que vai sair tudo, mas em algumas sesões, é um tratamento, vai demorar um tempo. Mas só de darmos o primeiro passo já é um alívio para ela, e o bom que é que fizemoss isso o quanto antes para não dar tempo desse pigmento se instalar na pele dela", esclareceu.

Jovem com rosto tatuado pelo ex

Jovem com rosto tatuado pelo ex

ENTENDA O CASO

Tayane Caldas teve o rosto tatuado à força por seu ex-namorado, Gabriel Coelho, após ele não ter aceitado o término do relacionamento.

Na última segunda-feira (23), a garota, de 18 anos, falou sobre os momentos vividos na casa do ex, em entrevista ao UOL. Ela contou, por exemplo, que só pensava como poderia disfarçar aquela tatuagem com maquiagem. Foi quando a mãe a encontrou e viu o que ele havia feito.

Segundo a vítima, ao sair para ir ao curso e chegar ao ponto de ônibus por volta das 12h20, viu o rapaz e o pai dele em um carro do outro lado da rua. Ela relata ter tentado voltar, mas como o rapaz gritou, ela afirma ter ficado paralisada e sem reação. "Então o pai nos deixou na casa dele e foi trabalhar. Foi quando começaram as agressões."

De acordo com a reportagem, os dois começaram a se relacionar em 2019, mas ele mudou de comportamento em 2020, quando houve a primeira agressão. O casal ficou oito meses separado e voltou a se encontrar quando ele prometeu que não haveria mais agressões.

Coelho ainda deve responder por descumprir duas medidas protetivas que o impediam de se aproximar da jovem, uma de 2021 e outra de 2022. A prisão foi registrada no plantão da Delegacia Seccional da cidade. Após audiência de custódia realizada no domingo (22), o agressor teve a prisão em flagrante.

{# Taboola Newsroom #}