Laços, filme da Turma da Mônica, é inspirado em universo expandido

"É um sonho realizado", diz Mauricio de Souza sobre filme da Turma da Mônica

Bruna Calazans Publicado terça 18 junho, 2019

Turma da Mônica - Laços é o primeiro filme sobre as histórias de Mauricio de Sousa - Reprodução/Instagram

Você sabia que o filme live-action Turma da Mônica - Laços é baseado em um projeto do universo expandido do Mauricio de Sousa? É algo semelhante com o que faz a Marvel fez com seus personagens.

A produção brasileira, que estreia em 27 de junho, é baseada em uma história em quadrinhos homônima criada pelos irmãos Vitor e Lu Cafaggi. Essa versão original faz parte do selo Graphic MSP, um projeto de Mauricio de Sousa que surgiu em 2009 e já possui 20 publicações. 

Neles, as histórias não são de seu criador original, mas sim contadas e desenhadas por artistas brasileiros já consagrados. Além disso, o padrão de desenho não é igual aqueles que vemos nos gibis da Turma da Mônica, por exemplo, o que faz com que os personagens tenham um visual diferente do clássico.

Personagens como Bidu, Capitão Feio, Chico Bento e Louco já ganharam uma releitura própria no selo MSP. 

TOQUE PRÓPRIO

Para o filme, o diretor deu seu próprio toque para a história. Na trama original de Laços, o Louco - por exemplo - não aparece. 

Mas o personagem, interpretado por um Rodrigo Santoro muito bem caracterizado, surge na produção de Daniel Rezende em uma cena repleta de ação ao lado de Cebolinha.

Reforçando a fórmula Marvel, Mauricio dá até uma de “Stan Lee Brasileiro” e aparece em uma das cenas do longa. 

NOSTALGIA

No elenco, Giulia Benite (Mônica), Kevin Machiatto (Cebolinha), Gabriel Moreira (Cascão) e Laura Rauseo (Magali) dão vida para os personagens icônicos criados por Mauricio de Sousa 60 anos atrás. 

Em coletiva de imprensa realizada após a exibição do filme para jornalistas, na última segunda-feira (17), o quadrinista demonstrou muita emoção com o lançamento. "Eu duvidava que poderia encontrar atores tão bons. É um sonho realizado", disse. 

Na história do filme, a famosa turminha do bairro do Limoeiro precisa encontrar o cachorro de estimação de Cebolinha, Floquinho, que foi sequestrado. Juntos, eles partem numa grande jornada, repleta de ação, emoção e, claro, nostalgia. 

Para os fãs que cresceram lendo os gibis criados por Mauricio, o filme é uma experiência repleta de memórias afetivas, com muitas referências às histórias clássicas.

As características dos personagens, por exemplo, foram respeitadas. Isso desde as roupas até a personalidade de cada um, exceto os sapatos. Diferente dos quadrinhos, no filme eles usam calçados.

CONTINUAÇÃO?

Daniel Rezende, diretor da produção, revelou que foi realizado um estudo minucioso nos famosos gibis para que o resultado nas telonas fosse o mais fiel possível. "Respeitamos muito o trabalho do Mauricio".

O diretor ainda afirmou que pretende fazer continuações. Com a notícia, todo o elenco mirim se empolgou e respondeu em uníssono que aceita participar. “É uma honra poder participar”, disse Laura, intérprete da Magali. 
 

 


 

Último acesso: 27 Oct 2021 - 16:25:22 (1066874).