AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Leo Dias usa camiseta com imagem de HQ censurada por Crivella e web vibra

Durante o Fofocalizando, Leo Dias surgiu usando camiseta com beijo que causou polêmica na Bienal

Da Redação Publicado em 11/09/2019, às 20h52 - Atualizado às 20h53

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Leo Dias - Reprodução/ Instagram
Leo Dias - Reprodução/ Instagram

Leo Dias movimentou a web nesta quarta-feira (11), durante o programa 'Fofocalizando', do SBT. É que o colunista surgiu usando uma camiseta branca com a imagem estampada de dois homens se beijando.

A figura, que causou polêmica no último fim de semana, faz parte do livro 'Vingadores: A Jornada das Crianças', que o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, tentou censurar na Bienal, alegando ser impróprio.  

O ocorrido fez famosos e anônimos se manifestarem contra a decisão do político. A Justiça acabou cancelando a determinação de Crivella, alegando censura. 

No Twitter, os internautas vibraram com a escolha de Leo. "Leo Dias militante no SBT", disse um seguidor. "E o Leo Dias com essa blusa? Adoro!", elogiou outra. 

ENTENDA O CASO

A história em quadrinhos “Vingadores, A Cruzada Das Crianças” causou polêmica após o prefeito do Rio de Janeiro (RJ), Marcelo Crivella, decidir recolher o livro por conter um beijo gay entre os personagens. Com a repercussão, diversos artistas se manifestaram nas redes sociais sobre o ocorrido. 

“Precisamos muito proteger as crianças. Sobretudo as mais pobres, que não tem educação, saúde, segurança e nem respeito, nem nada. Isso é prioritário. Mas pode também fingir que tirar dois livros da Bienal vai mudar alguma coisa”, escreveu Paola Carosella, jurada do Masterchef Brasil. 

Felipe Neto também se manifestou nas redes sociais: “Quando eles baterem com o ódio, nós devolveremos com amor. Crivella, aqui não”, escreveu na legenda da publicação. 

No entanto, o Youtuber foi além da Internet e distribuiu, gratuitamente, 14 mil exemplares com temática LGBT com uma capa preta escrito: “Este livro é impróprio para pessoas atrasadas, retrógradas e preconceituosas”.