AnaMaria
Últimas Notícias / Política

Luciano Huck intensifica articulação para ser candidato à presidência em 2022, diz jornal

Apresentador pode se tornar candidato à cargo de Presidente em 2022

Da Redação Publicado em 21/09/2019, às 16h36 - Atualizado às 16h37

Luciano Huck pode ser candidato à Presidência em 2022 - Reprodução/Instagram
Luciano Huck pode ser candidato à Presidência em 2022 - Reprodução/Instagram

Luciano Huck está intensificando sua movimentação para ser tornar candidato à Presidência da República em 2022. 

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, deste sábado (21), pessoas próximas ao apresentador revelaram que ele  "está considerando" a possibilidade de assumir o cargo. 

Neste momento, o comunicador teria mais tempo e possibilidade de investir fortemente em uma campanha sólida para os próximos quatro anos. 

A reportagem do jornal ainda cita alguns casos recentes, em que Huck demonstrou estar apto a ocupar uma lacuna deixada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que aprofundou seu discurso à direita nos últimos meses. 

Segundo a Folha de S. Paulo, o apresentador está intensificado sua agenda de conversas com líderes partidários, entrevistas e palestras para debater temas relacionados ao governo, como a crise gerada a partir do aumento de queimadas na Amazônia. 

Ele já teria participado de reuniões com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) e com os governadores do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), e do Paraná, Ratinho Júnior (PSD), nomes que estariam mais próximo do centro no ambiente político-partidário. 

O comunicador estaria criando vínculos com os partidos Cidadania, DEM e PSDB. 

Em entrevista divulgada pela revista Exame, no início do mês, Huck falou sobre os boatos da candidatura. "Eu acho que qualquer tipo de resposta nesse momento não contribui em nada para o que estamos vivendo. Acho que o que importa agora é o curto prazo, e como a gente pode apoiar as agendas importantes, como a gente pode ser resiliente e defensor das ideias que a gente acredita que sejam colocadas de maneira incorreta ou equivocada", disse.