AnaMaria
Últimas Notícias / críticas

Ludmilla é acusada por internautas de fazer apologia às drogas em música

Internautas acusam Ludmilla de fazer apologia às drogas em 'Verdinha'

Da Redação Publicado em 29/11/2019, às 11h56 - Atualizado às 12h36

A funkeira lançou a música 'Verdinha' nesta sexta-feira (29) - Instagram/@ludmilla
A funkeira lançou a música 'Verdinha' nesta sexta-feira (29) - Instagram/@ludmilla

Ludmilla lançou, nesta sexta-feira (29), a música ‘Verdinha’. No entanto, a parceria com Walshy Fire, do Major Lazer, e com Topo La Maskara, causou polêmica nas redes sociais. 

Isso porque há um trecho em que é cantado: “Eu fiz um pé lá no meu quintal, tô vendendo a grama da verdinha a um real" e "tacar fogo em mais um só pra não ficar maluca". 

Com isso, os internautas acusaram a artista de fazer apologia às drogas. “Eu acho muito triste a Ludmilla ficar se envolvendo e fazendo apologia a esse tipo de coisa”, disse um deles. “Agora é normal fazer alusão à maconha nas músicas?”, escreveu outro. 

No entanto, fãs saíram em defesa da cantora: “A música é muito boa, nada a ver as críticas”, falou um. 

LEO DIAS 
O clima entre Leo Dias e Ludmilla não está dos melhores. O colunista usou o Instagram para fazer um longo texto sobre a cantora na manhã do último dia 15. 

Tudo começou quando o jornalista divulgou no portal UOL uma suposta confusão que a cantora teria protagonizado em uma boate no Rio de Janeiro (RJ). 

Após a notícia, Ludmilla usou a rede social para debochar de Leo Dias e o imitou em alguns vídeos do Stories. "Amores, deixa eu explicar só um negocinho pra vocês. Saiu uma matéria, com o melhor jornalista, o cara que tem tudo de primeira mão, só informação verídica, está tudo lá, então eu vou deixar o link para vocês verem a matéria do melhor jornalista", disse alfinetando o colunista.

No entanto, ele não gostou das publicações da artista e fez um longo desabafo na plataforma sem esconder que a admira como pessoa e cantora. "Você mantêm as suas raízes e olha para o futuro sem ignorar o seu passado."