AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Lula manda recado para Jair Bolsonaro e diz que vai lhe tomar a faixa presidencial

“Ele vai ter que aprender a perder”, diz Lula durante evento em Maceió (RN)

Da Redação Publicado em 18/06/2022, às 13h16

Ex-presidente Lula falou que vai tomar a faixa de Jair Bolsonaro. - Instagram/@ricardostuckert
Ex-presidente Lula falou que vai tomar a faixa de Jair Bolsonaro. - Instagram/@ricardostuckert

Lula mandou um recado para Jair Bolsonaro durante um discurso para apoiadores em Maceió (RN): vai pegar a faixa presidencial de volta após as eleições de outubro, de forma democrática.

“Se essa gente pensa que a gente vai ter medo das bravatas dele; se essa gente acha que a gente vai ter medo dos milicianos; se essa gente pensa que a gente vai ter medo dele ficar anunciando: ‘Vai ter golpe. Não vou passar a faixa’; nós não queremos que ele passe [a faixa]. A gente vai tomar aquela faixa democraticamente”.

Segundo Lula, Jair Bolsonaro terá que aprender que a democracia é maior do que ele. "Vai ter que aprender que a vontade do povo brasileiro é maior do que a vontade das pessoas que estão com ele. Ele vai ter que aprender a perder", cravou.

Além disso, de acordo com o colunista Ricardo Noblat, do Metrópolis, Lula ainda ironizou o pedido de ajuda de Bolsonaro ao presidente norte-americano, Joe Biden, para se reeleger: “Do jeito que a gente está, pode juntar ele, o [ex-presidente norte-americano Donald] Trump e quem mais ele quiser. Nós vamos desamarrar e quebrar as correntes desse país.”

ENQUANTO ISSO...

Sem citar nomes, o presidente Jair Bolsonaro (PL) lamentou rapidamente as mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips antes de criticar o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em sua live semanal, na última quinta-feira (16).

Os restos mortais do jornalista e do indigenista já chegaram à Brasília (DF). Em sua live, Bolsonaro trouxe uma matéria com dados sobre a Amazônia para criticar o projeto de desmatamento zero proposto na prévia do programa da gestão de Lula.

Sem citar nomes, o presidente Jair Bolsonaro (PL) lamentou rapidamente as mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips antes de criticar o candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em sua live semanal, na última quinta-feira (16).

Em sua live, Bolsonaro trouxe uma matéria com dados sobre a Amazônia para criticar o projeto de desmatamento zero proposto na prévia do programa da gestão de Lula.

{# Taboola Newsroom #}