AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Lula segue à frente de Bolsonaro em pesquisa e consolida liderança

Ele tem 48% das intenções de voto, 25 pontos percentuais a mais do que o 2º colocado na pesquisa Ipec para eleição presidencial

Da Redação Publicado em 23/09/2021, às 09h16 - Atualizado às 09h16

O ex-presidente Lula - Instagram/@ricardostuckert
O ex-presidente Lula - Instagram/@ricardostuckert

Lula (PT) permanece na liderança da corrida pelo Planalto nas eleições de 2022. De acordo com a pesquisa Ipec, o ex-presidente tem 48% das intenções de voto, versus 23% das intenções de voto em Jair Bolsonaro. Isso significa que ele tem 25 pontos percentuais a mais do que o segundo colocado. Quando comparada à última pesquisa, realizada em junho de 2021, Lula mantém 11 pontos percentuais a mais do que a soma de seus possíveis adversários, o que o levaria a vencer no 1º turno, se as eleições fossem realizadas hoje.

De acordo com o jornal O Globo, Ciro Gomes (PDT), que deve disputar a sua quarta eleição presidencial, foi de 7% para 8% das intenções de voto. João Doria (PSDB), aparece em quarto lugar com 3%, dois pontos percentuais a menos do que no levantamento realizado em junho. Votos brancos ou nulos somam 10%, mesmo índice apresentado na pesquisa anterior. Os que não sabem ou não responderam eram 3% e agora somam 4%.

VANTAGEM
O ex-presidente Lula aumentou a vantagem que tinha na região Nordeste e oscilou de 63% para 65% das intenções de voto. Entre os que têm apenas o ensino fundamental I também saltou de 52% para 61%. O levantamento também destaca que as intenções de voto em Lula são maiores quanto menor a renda familiar mensal: varia de 29% entre quem tem renda familiar mensal acima de 5 salários mínimos para 59% entre quem tem renda familiar até 1 salário mínimo.

Já o atual mandatário, Jair Bolsonaro, se destaca entre os eleitores da região Norte e Centro-Oeste, oscilando positivamente de 28% para 31%. O número de eleitores evangélicos que citaram Bolsonaro caiu um ponto percentual, oscilando de 32% para 31%. No caso de Bolsonaro, ao contrário do ex-presidente petista, as menções ao presidente aumentam quanto maior a renda familiar mensal do entrevistado, passando de 16% entre quem tem renda até um salário mínimo para 40% entre quem tem renda acima de cinco salários mínimos.

Foram entrevistadas 2002 pessoas em 141 municípios entre os dias 16 e 20 de setembro. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral. O Ipec foi criado por ex-executivos do Ibope Inteligência após o seu encerramento. O novo instituto atua na área de consultoria e inteligência em pesquisas de mercado, opinião pública e política.

{# Taboola Newsroom #}