Maria Gal lista 10 importantes séries e filmes que envolvem pautas raciais

Atriz fez uma lista de produções que falam sobre a luta racial

Juliana Ribeiro Publicado quinta 13 agosto, 2020

 Atriz fez uma lista de produções que falam sobre a luta racial
Confira os filmes e séries preferidos da atriz - Instagram/ @mriagalreal

Os últimos meses foram marcados por inúmeras manifestações e protestos contra o racismo ao redor do mundo. O estopim foi a morte de George Floyd, um americano negro de 46 anos que foi vítima da abordagem violenta de policiais brancos. O caso provocou manifestações e chamou a atenção para as recorrentes histórias de preconceito racial vividas em muitos países, inclusive no Brasil. 

Além das manifestações, foram criadas campanhas que circulam pelas redes sociais com o objetivo de refletir e combater a violência contra os negros. Mas vale lembrar que essa luta, que é bem antiga, também é refletida na arte por meio do cinema e da TV, onde as pautas raciais são discutidas com frequência. 

Tanto que o cinema já retratou o racismo de maneira crítica em diferentes filmes, sendo parte desses trabalhos contando histórias reais. Além disso, existe uma forte representatividade da comunidade surgindo nos últimos anos, com produções de sucesso e que marcam presença nas principais premiações do gênero.  

Para que você possa entender mais sobre o assunto, AnaMaria Digital conversou com a atriz e produtora Maria Gal, que separou uma lista de dez filmes e séries que tratam da temática racial. Além de se destacar nas artes, a artista também chama a atenção por seus discursos conscientizadores sobre racismo e representatividade negra na mídia.    

Confira!

1. HOW TO GET AWAY WITH MURDER (2014)

Divulgação/ netflix

A atriz Viola Davis está no papel principal da série, que teve 6 temporadas, está. Ela dá vida a personagem Annalise Keating, professora de direito na Universidade de Middleton e advogada criminal temida por muitos.  

O seriado, que pode ser visto na Netflix, é uma referência em relação ao protagonismo com o papel de uma mulher negra no poder. "Sem falar da fantástica atuação de Viola", destaca Maria Gal.

2. MALCOM X (1992)

Divulgação

Protagonizado por Denzel Washington e dirigido por Spike Lee, trata-se de uma épica biografia cinematográfica de um dos nomes de maior destaque do movimento negro: Malcolm X.

Conta a história do líder afro-americano, que tem o pai assassinado pela Klu Klux Klan e a mãe internada por insanidade. Preso aos 20 anos de idade, Malcolm se converte ao islamismo e passa a pregar seus ideais.

3. ESTRELAS ALÉM DO TEMPO (2016) 

Divulgação

Durante a década de 1960, as leis de segregação racial eram predominantes nos Estados Unidos. Um grupo de mulheres negras, porém, acabou se destacando pela resistência ao racismo estrutural da época. 

O filme, inspirado no livro de não-ficção de Margot Lee Shetterly, conta exatamente a história delas, que faziam parte de uma equipe conhecida popularmente como "computadores humanos" da Nasa. 

Na obra, esse grupo é dividido em duas partes, sendo uma composta por matemáticas negras e outra por cientistas brancas. A primeira equipe, além de ganhar menos, era obrigada a usar somente uma área reservada para elas dentro da Nasa. 

4. MOONLIGHT: SOB A LUZ DO LUAR (2016)

Divulgação

Maria Gal considera este filme necessário e poético: "Temas como afetividade e criminalidade compõem a narrativa". E não é para menos! 'Moonlight' foi aclamado pela crítica especializada e ganhou o Oscar de Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante, além de ir muito bem em outras premiações da indústria.

O longa conta a história de Black, que trilha uma jornada de autoconhecimento enquanto tenta escapar do caminho fácil da criminalidade e do mundo das drogas em Miami (EUA), encontrando amor em locais surpreendentes. Vale a pena conferir!

5. EM BUSCA DE FELICIDADE (2006)

Divulgação

"Um filme biográfico emocionante sobre superação e afeto", diz a atriz. De fato, emoção é o que não falta neste filme de 2006, protagonizado por Will Smith. A obra conta a história de Chris, um homem negro que enfrenta sérios problemas financeiros. Após ser abandonado pela esposa, ele precisa cuidar de Christopher, seu filho de 5 anos. 

O personagem tenta usar sua habilidade como vendedor para conseguir um emprego melhor, porém, seus planos acabam não dando certo e ele e o menino são despejados da casa onde viviam. Os dois, então, passam a dormir em abrigos ou onde quer que consigam um refúgio, mantendo a esperança de que dias melhores virão. Prepare os lencinhos!

6. FAÇA A COISA CERTA (1989)

Divulgação

"Um dos filmes mais importantes de Spike Lee sobre as questões raciais", diz Maria Gal sobre 'Faça a Coisa Certa'. E ela tem toda razão! A produção de 1989 ressurgiu ainda mais urgente e atual, mesmo passadas mais de três décadas. 

A obra é considerada um filme-denúncia dos negros, assim como o Rap fez na década de 1980 nos Estados Unidos. Conhecido pelas obras de cunho engajado, o diretor é um dos representantes da causa negra e sempre está na linha entre a análise crítica social e a indústria cinematográfica.  

7. SELMA - UMA LUTA PELA IGUALDADE (2014)

Divulgação

O filme narra uma passagem bem específica da trajetória da luta pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos e da vida de Martin Luther King, que tinha como objetivo expor as ações racistas no estado do Alabama, perante a insistência em impedirem que a população negra se registrasse para votar.

A produção, dirigida por Ava DuVernay, foi muito elogiada pela veracidade do enredo e dos personagens, sem romantização do preconceito. 

8. A 13ª EMENDA (2016) 

Divulgação


Dirigido por Ava DuVernay, o documentário, que está disponível na Netflix, é uma aula sobre história, articulação política e racismo, além de mostrar os reflexos que perduram até os dias atuais por conta da escravização da população preta.

O filme foi indicado ao Oscar, faturou o Emmy, o BAFTA e o NAACP Image Award de Melhor Documentário.

9. CORRA! (2017)

Divulgação

Não tem como não ficar sem palavras depois de assistir ao filme 'Corra!', escrito e dirigido por Jordan Peele. Além de falar sobre racismo, o filme possibilita que o espectador exerça a empatia, permitindo que visualize e sinta as situações inacreditáveis e absurdas as quais os negros são submetidos.

A obra traz situações que costumam acontecer no dia a dia, seja como vítima ou como espectador. Neste aspecto, o longa incomoda, porque denuncia como racistas atitudes que aparentemente não são, o tão famoso ‘racismo velado'.

10. BLACK IS KING - 2020

Reprodução/ Twitter
A estrela internacional Beyoncé lançou recentemente seu mais novo projeto audiovisual: 'Black is King'. Na produção, que exalta lindamente a cultura negra, a cantora cria sua própria narrativa para falar sobre ancestralidade, com elementos de religiões e tradições africanas, englobando arte, música e danças. 

O filme levantou a importância de se construir representações negras na cultura pop, e agradou em cheio Maria Gal: "A obra é um manifesto musical sobre a importância da África no mundo e o valor à vida negra."
 

Último acesso: 17 Jan 2021 - 01:39:14 (1119934).