AnaMaria
Últimas Notícias / POLÍTICA

Marina Ruy Barbosa se pronuncia após pai assumir voto em Bolsonaro: ''Não concordei''

A atriz se posicionou sobre o atual governo: ''Não concordo nem compactuo''

Da Redação Publicado em 05/06/2020, às 12h57 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Marina se pronunciou após pai revelar voto - Instagram/marinaruybarbosa
Marina se pronunciou após pai revelar voto - Instagram/marinaruybarbosa

Marina Ruy Barbosa resolveu se manifestar após uma publicação do pai, Paulo Barbosa, se tornar assunto nas redes sociais.

É que, recentemente, o empresário disse ter se arrependido de votar em Jair Bolsonaro para presidente.

A ruiva, que não costuma falar sobre política, abriu o jogo sobre o assunto dessa vez, em comunicado ao jornal Extra. Ela garantiu que não concordou com a escolha do pai e afirmou não ter votado no atual presidente do Brasil.

“Meu pai não é uma figura pública. E me estranha esse interesse por ele. Eu sou a pessoa pública. Eu não votei no candidato do meu pai, não concordei com a escolha dele, não concordo nem compactuo em nada com a atual política. Mas o voto é um direito garantido e ele votou em quem quis", disse ela.

"O cenário lá atrás já não era promissor, mas, esperançosa, como brasileira que não gostaria de ver seu país em mau estado, tentei acreditar (percebo que fui ingênua) em uma mínima possibilidade de as coisas não irem para esse caminho lamentável que foram. Mas tudo o que pensávamos só se confirmou. Só aprende quem erra. E meu pai está revendo as posições dele. E eu acho bom, porque mostra que, como eleitor, ele está atento. E mais do que isso, que está disposto a evoluir e mudar de pensamento.", declarou.

Nas publicações do pai da atriz, ele teceu críticas ao atual governo, se mostrou a favor da democracia, além de ter afirmado arrependimento na escolha do voto no segundo turno das eleições.

"Sem dúvida alguma foi o PT que elegeu o Bozo, depois de 14 anos saqueando o Brasil. Se eu pudesse escolher, votaria no Amoedo, mas ele ficou no primeiro turno. Votei no Bozo torcendo para que ele fizesse um bom governo. Infelizmente, está sendo um desastre. Estamos numa democracia, e vamos buscar os meios legais para o bem do país", escreveu o pai da artista.