AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Mark Zuckerberg perde US$ 6 bilhões em horas e cai no ranking dos mais ricos do mundo

Ações do Facebook despencaram com a queda das redes sociais na última segunda-feira (4)

Da Redação Publicado em 05/10/2021, às 09h03 - Atualizado às 09h03

Atualmente, a pessoa mais rica do mundo é Elon Musk - Instagram/@zuck
Atualmente, a pessoa mais rica do mundo é Elon Musk - Instagram/@zuck

O fundador do Facebook Mark Zuckerberg perdeu cerca de US$ 6 bilhões apenas na última segunda-feira (4), após o WhatsApp, o Instagram e o própio Facebook saírem do ar globalmente. A instabilidade provocou uma crise no mercado financeiro que, somada ao vazamento de dados internos da empresa, levou a uma queda de 15% nas ações. 

Com isso, Zuckerberg, que é também o principal acionista da companhia, caiu uma posição no ranking de bilionários da Bloomberg - índice que classifica as 500 pessoas mais ricas do mundo diariamente. Os atuais US$ 121 bilhões do empresário foram ultrapassados pelos US$ 124 bilhões do fundador da Microsoft, Bill Gates, levando o Facebook à quinta posição da lista. 

À frente deles estão Elon Musk (Tesla), com US$ 211 bilhões, Jeff Bezos (Amazon), com US$ 186 bilhões e Bernard Arnault (LVMH), com US$ 153 bilhões. Vale mencionar que, em meados de setembro, a fortuna de Zuckerberg era avaliada em US$ 140 bilhões. 

QUEDA DAS AÇÕES

Outro motivo que levou à queda das ações do Facebook foi o vazamento de informações internas da empresa no último final de semana. A ex-funcionária Frances Haugen revelou sua identidade em entrevista à emissora CBS News e assumiu a responsabilidade pela divulgação dos documentos. 

A partir desses registros, o ‘Wal Street Journal’ publicou reportagens indicando que o Facebook protege celebridades das regras de conteúdo, reconhece que o Instagram é ‘tóxico’ para adolescentes e não demonstra reações significativas às preocupações dos funcionários sobre o tráfico de pessoas. 

A ex-funcionária, que também já trabalhou no Google e no Pinterest, afirmou que o Facebook é "substancialmente pior" do que tudo o que já viu antes.