AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Médico e influenciador brasileiro é preso por assédio no Egito

Victor Sorrentino fez comentários misóginos a uma mulher muçulmana

Da Redação Publicado em 31/05/2021, às 11h03 - Atualizado às 11h05

Sorrentino é conhecido por defender tratamentos sem eficácia comprovada para a Covid-19 - Instagram/@drvictorsorrentino
Sorrentino é conhecido por defender tratamentos sem eficácia comprovada para a Covid-19 - Instagram/@drvictorsorrentino

Victor Sorrentino, médico e influenciador brasileiro com quase 1 milhão de seguidores no Instagram, foi preso no último domingo (30) após assediar uma mulher muçulmana. O caso aconteceu durante uma viagem ao Egito e chegou ao conhecimento das autoridades locais através de um vídeo publicado nas redes sociais. 

Nas imagens, Victor Sorrentino aparece, em tom de brincadeira, fazendo comentários misóginos em português a uma jovem que vendia papiro (uma espécie de papel utilizado pelos antigos egípcios). "Vocês gostam mesmo é do bem duro, né? Comprido também fica legal, né?”, disse aos risos. Sem entender, a vendedora concordou e sorriu. 

Prontamente, o assunto repercutiu nas redes sociais e o influenciador recebeu uma enxurrada de críticas dos seguidores. Com isso, Sorrentino decidiu tornar privado o seu perfil e publicou um novo vídeo se desculpando. “Eu sou assim. Sou um cara muito brincalhão”, disse à mulher. 

“Como eu vi que tu é uma pessoa risonha e estava brincando junto com a gente, eu acabei brincando”, argumentou, relatando que costuma fazer esse tipo de “brincadeira” com os amigos e familiares. 

Confira os vídeos:

PRISÃO

As justificativas de Victor Sorrentino não foram suficientes para livrar o influenciador da prisão por assédio, conforme divulgado pelo Ministério do Interior através do Facebook. “O Ministério do Interior conseguiu prender um estrangeiro por assédio a uma menina depois de publicar um vídeo contendo o incidente de assédio nas redes sociais na Internet”, disse o comunicado.  

“Os serviços de segurança conseguiram identificar a vítima e o autor do incidente, e tomar as medidas judiciais contra ele e apresentar ao Ministério Público competente", concluiu. 

Para quem não conhece, Victor Sorrentino ganhou popularidade durante a pandemia ao defender um suposto “tratamento precoce” contra a Covid-19, com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada cientificamente. Além disso, o médico também é um grande apoiador do presidente Jair Bolsonaro

{# Taboola Newsroom #}