Últimas Notícias Gravidez interrompida

Michelle Obama confessa que sofreu aborto espontâneo

A ex-primeira-dama ainda revelou ter feito fertilização in vitro para ter as filhas, Sasha e Malia

sexta 9 novembro, 2018
"É importante falar com mulheres jovens sobre o fato de que os abortos acontecem", desabafa Michelle Obama Foto:Reprodução/Instagram

Michelle Obama contou, em participação no programa americano Good Morning America, ter sofrido um aborto 20 anos atrás. Segundo ela, foi preciso fazer fertilização in vitro para conceber suas duas filhas.

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos disse ter ficado perdida, sozinha e como se tivesse falhado. Tudo porque não sabia o quão comum são os abortos espontâneos. “Nós não falamos sobre isso. É importante falar com mulheres jovens sobre o fato de que os abortos acontecem”, desabafou.

Notícias Relacionadas

Ela ainda comentou sobre a escolha da fertilização in vitro para ela e Barack Obama terem Sasha e Malia, hoje com 17 e 20 anos. “O relógio biológico é real, a produção de óvulos é limitada. Como estava com 35 anos, tivemos que fazer o tratamento”, explicou.

DIETA EQUILIBRADA

Ajustar o cardápio por ser bastante útil para quem está tentando engravidar. Obesidade e o peso muito abaixo do recomendado estão associados ao aumento da infertilidade, de abortos espontâneos e de bebês com saúde fragilizada. 

“Distúrbios hormonais, desequilíbrio de nutrientes e resistência à insulina são consequências de uma alimentação ruim, podendo dificultar a gravidez”, explicou a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, de São Paulo (SP), em uma das edições de AnaMaria.

Por isso, manter uma dieta equilibrada é fundamental para quem deseja aumentar a família. “A deficiência de vitaminas e minerais altera a produção de hormônios e diminui a fertilidade, assim como o excesso de gordura e sódio", ressaltou.

O QUE PODE ATRAPALHAR A FERTILIDADE?

A nutricionista Yasmin Alaby o excesso de sódio aumenta a retenção de líquidos e o acúmulo de toxinas desfavoráveis à fertilidade. 

“De acordo com vários estudos, o alto consumo de gordura trans também pode elevar em até 73% o risco de infertilidade”, explica. Frituras, gorduras, embutidos e alimentos industrializados devem ser evitados.

PARA O TESTE DAR POSITIVO

  1. Substitua alimentos industrializados por opções frescas e naturais;
  2. Reduza o consumo de cafeína (café, refrigerantes à base de cola, chás mate e preto e chocolate);
  3. Fracione a dieta em seis ou sete refeições diárias. Se você passa o dia fora, leve lanches de casa;
  4. Prefira alimentos lácteos com baixo teor de gorduras;
  5. Introduza frutas, verduras e legumes diariamente na rotina;
  6. Opte, sempre que der, por produtos integrais, como pão e macarrão;
  7. Suspenda o consumo de embutidos, enlatados e congelados (eles têm muito sódio e altos índices de gordura);
  8. Pratique atividade física regularmente;
  9. Beba pelo menos 2 litros de água por dia;
  10. Mantenha as consultas e exames em dia;
  11. Não fume e procure controlar o estresse;
  12. Evite o consumo de álcool.
     
Da Redação
Leia Mais:

Assine a Revista Digital

Bate Bola na Cozinha

BEM-ESTAR

  1. 1 Ministério da Saúde abre hoje segunda fase da vacinação contra gripe
  2. 2 Mensagem da Karlinha: Faça novas escolhas sempre!
  3. 3 Veja 5 exercícios que auxiliam as mães na rotina com os filhos
  4. 4 Cuidados ao fazer as unhas fora de casa: veja como evitar contaminação
  5. 5 Qual é a obrigação do convênio de saúde com pessoas com câncer?