AnaMaria

Missa de sétimo dia de Gugu Liberato acontecerá no próximo sábado (7)

Missa de Gugu Liberato não será aberta para o público e acontecerá no sábado (7)

Da Redação Publicado em 03/12/2019, às 14h01 - Atualizado às 14h02

Gugu Liberato morreu na sexta-feira (22), aos 60 anos, em consequência de um acidente doméstico - Record TV
Gugu Liberato morreu na sexta-feira (22), aos 60 anos, em consequência de um acidente doméstico - Record TV

A missa de 7º dia por Gugu Liberato acontecerá no próximo sábado (7), na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada em Pinheiros, região oeste de São Paulo. As informações foram confirmadas pela assessoria do artista.

O evento será restrito apenas à família e amigos de Gugu por conta do pouco espaço disponível. O Padre Osmar Alves Souza, que esteve presente no velório e sepultamento, é quem vai conduzir a oração.

A assessoria de Liberato afirmou ainda que poucos veículos de comunicação terão acesso à igreja.

Gugu morreu no dia 22 de novembro depois de sofrer um acidente doméstico em sua casa em Orlando, nos Estados Unidos. Ele foi até o sótão para arrumar um ar-condicionado quando o chão do cômodo cedeu e o fez cair de uma altura de quatro metros.

TRAGÉDIA

Rose Miriam, esposa de Liberato, falou pela primeira vez sobre o caso durante uma entrevista à Luiz Bacci no ‘Domingo Show’.

Ela disse: “Só consigo lembrar da hora do barulho. Ele subiu ao sótão e de uma hora para outra só se ouviu o barulho do Gugu caindo no chão'. Ela foi a primeira a vê-lo no chão. Ela é médica e estava apta a fazer os primeiros socorros. Imediatamente vieram os três filhos", revelou.

Bacci ainda contou que a esposa do comunicador e os três filhos do casal, João Augusto, Sofia e Marina, cogitaram levá-lo ao hospital, mas logo mudaram de ideia. 

"Ela falou: 'Depois, eu parei, tentei ser mais racional, e ligamos para o resgate, que chegou em cinco minutos'", afirmou.

Por fim, o jornalista ainda passou uma mensagem da esposa de Gugu para os telespectadores.

"Ela agradece o carinho dos brasileiros e está comovida com tanto apoio que está recebendo. Ela disse: 'como constroem um sótão dessa maneira? Como poderíamos imaginar?", concluiu.