AnaMaria

Morre aos 84 anos a apresentadora Clarice Amaral, pioneira dos programas femininos

Ela, que já trabalhou em mais de quatro emissoras, trouxe uma das primeiras atrações em cores para a TV

Da Redação Publicado em 29/06/2020, às 15h06 - Atualizado em 06/07/2020, às 19h37

Clarice ficou conhecida como a criadora dos merchandising na TV brasileira - Divulgação
Clarice ficou conhecida como a criadora dos merchandising na TV brasileira - Divulgação

A apresentadora Clarice Amaral, conhecida como a pioneira dos programas femininos na TV brasileira, morreu no último domingo (28), aos 84 anos. Ela morava na cidade de Cunha, no leste do estado de São Paulo. As informações são do jornal Extra.

Amaral teve uma carreira de sucesso, principalmente nos primeiros 30 anos da TV brasileira. Ela iniciou sua carreira como garota-propaganda, mas logo se tornou apresentadora na TV Cultura

Trabalhou ainda na Tupi, Excelsior, Gazeta e Record. Nos anos 60, a mineira comandou o ‘Ginkana Kibon’, exibido na Record TV, e ganhou o Troféu Imprensa de 1967 como Melhor Apresentadora de TV. Essa foi a primeira atração voltada ao público infantil com plateia ao vivo.

Já na Gazeta, esteve à frente do ‘Clarice Amaral em Desfile’ de 1970 até 1980. O programa era dedicado ao público feminino e foi um dos primeiros a ser exibido em cores. 

Depois de 45 anos, Clarice deixou as telinhas e comandou um programa na então Rádio Mulher, hoje conhecida como Rádio Morada do Sol (São Paulo), entre 1981 e 1986.