AnaMaria

Morre jornalista Paulo Henrique Amorim aos 77 anos

Jornalista Paulo Henrique Amorim é encontrado morto

Da Redação Publicado em 10/07/2019, às 09h05 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Morre Paulo Henrique Amorim - Divulgalção/TV Record
Morre Paulo Henrique Amorim - Divulgalção/TV Record

O jornalista Paulo Henrique Amorim, de 77 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (10), no Rio de Janeiro (RJ), em decorrência de um infarto fulminante.

Amorim era carioca e ficou conhecido após começar na televisão. Além disso, ele trabalhou como correspondente em Nova York para a revista 'Realidade', e mais tarde para a 'Veja'.

Com uma longa e consolidada carreira no jornalismo impresso, Amorim decidiu aceitar o desafio de fazer televisão e ingressou na Rede Manchete.

Também passou pela TV Globo, Band, TV Cultura e, por fim, Record TV. Seu último trabalho foi como apresentador do "Domingo Espetacular", atração que comandou durante 13 anos.

Em junho passado, o jornalista foi afastado da TV Record por tempo indefinido. Apesar disso, ele não havia side demitido e seu contrato acabaria apenas em 2021.

De acordo com o jornalista Daniel Castro, do site Notícias da TV, nos últimos meses, boatos de que Amorim seria demitido por ser um crítico ferrenho do governo Bolsonaro tornaram-se fortes. 

Ainda de acordo com o site, já em 2014 o afastamento do jornalista teria sido considerado por causa de suas posições políticas de esquerda, expostas em seu blog “Conversa Afiada“.

Apesar disso, em nota oficial, a emissora negou os rumores. "As mudanças fazem parte do processo de reformulação do jornalismo da Record TV, que está sendo implementado pelo vice-presidente de jornalismo da Record TV, Antonio Guerreiro, desde janeiro deste ano."

Com sua morte, ele deixou a esposa, Geórgia Pinheiro, e uma filha. O velório será realizado na próxima quinta-feira (11), das 10 às 15 horas, na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), rua Araújo Porto Alegre, 71, Centro, Rio de Janeiro.