AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Muito mais amor, por favor!

Respeitar o que o outro tem a dizer faz toda a diferença

Karla Precioso Publicado em 24/06/2015, às 00h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Mulher mãos segurando coração - Dreamstime
Mulher mãos segurando coração - Dreamstime
Hoje quase tudo é motivo de crítica. Em redes sociais, então, o bicho é ainda mais feio! Se você expõe um pensamento, em segundos receberá uma avalanche de prejulgamentos. É claro que o direito de concordar ou não com essa ou aquela opinião é inerente a todos. Mas me refiro aqui à intransigência das pessoas com o que o outro faz. Se alguém diz que está contente é porque no fundo não está. Se fala que está triste é porque quer chamar atenção... Ora, ora! Ok, para não ser contestada, o melhor seria não se expor. Porém, quem decide fazê-lo não precisa ser agredido a torto e a direito com palavras rudes e grosseiras. Quanta chatice!

A pessoa está feliz? Que ótimo! O mundo precisa mesmo de felicidade. Parabenize-a por isso. Ela está pra baixo? Ofereça um ombro amigo ou se cale caso não tenha nada de útil para dizer. Como escreveu Clarice Lispector (1920-1977): “E, se me achar esquisita, respeite também. Até eu fui obrigada a me respeitar”.