AnaMaria

Mulher negra é alvo de ataques racistas no metrô de SP: “A gente merece respeito”

Desconhecida fez comentários preconceituosas sobre o cabelo de Welica Ribeiro

Da Redação Publicado em 03/05/2022, às 13h06

Vídeo dos ataques racistas foi compartilhado pelo irmão da vítima nas redes - Twitter
Vídeo dos ataques racistas foi compartilhado pelo irmão da vítima nas redes - Twitter

Mais um episódio de racismo viralizou nas redes sociais, na última segunda-feira (2). Welica Ribeiro, mulher negra do Rio de Janeiro (RJ), foi alvo de ofensas gratuitas vindas de uma mulher branca quando circulava no metrô de São Paulo (SP). O irmão da vítima estava presente e conseguiu gravar parte dos ataques racistas.

As filmagens mostram uma passageira dizendo para Welica tomar cuidado com seu cabelo, pois “poderia passar alguma doença”. Ao perceberem o que estava acontecendo, os demais se revoltaram e lançaram gritos de ‘racista’ contra a agressora.

Um grupo também se reuniu para impedir que a mulher fosse embora da estação de metrô até a chegada da polícia. Posteriormente, ela foi levada à delegacia ao lado Welica, sua família e algumas testemunhas, onde todos prestaram depoimento.

A precursora dos ataques foi identificada como Agnes Vajda, assistente consular no Consulado da Hungria no Brasil. A instituição não se manifestou sobre o caso até o momento.

DESABAFO

Welica relatou mais detalhes sobre o acontecido em entrevista à Globo. “Eu espero que as pessoas entendam de uma vez por todas que somos iguais, somos seres humanos”, desabafou.

Ela continuou: “A gente nasce igual a todo mundo, a gente vai terminar como todo mundo, que não existe melhor do que ninguém. As pessoas precisam entender que precisamos ser respeitados, não porque somos negros, mas porque somos seres humanos e a gente merece respeito”.

Confira alguns registros: