Neguinho da Beija-Flor precisa ser consolado no enterro do neto: ''Garoto bom''

Gabriel morreu aos 20 vítima de um tiroteio no Rio de Janeiro 

Da Redação Publicado terça 20 outubro, 2020

Gabriel morreu aos 20 vítima de um tiroteio no Rio de Janeiro 
Neguinho da Beija-Flor no enterro do neto Gabriel - Reprodução/TV Globo

Neguinho da Beija-Flor não conseguiu segurar a emoção e precisou ser consolado no enterro do neto Gabriel, de 20 anos, morto em um tiroteio no Rio de Janeiro (RJ). 

Em entrevista ao RJTV da última segunda-feira (19), o sambista afirmou que o neto estava montando uma tenda para um baile funk quando foi baleado. 

"Segundo informações, esse lugar é perigoso. E ele foi lá botar a tenda e aconteceu na hora da operação, parece que houve troca de tiros lá por parte do pessoal e é isso", disse ele. 

Gabriel é filho de Paulo César Marcondes, o primogênito de Neguinho. "Sempre foi um garoto alegre, bom de bola, jogava muito bem futebol, depois abandonou. Estava no Nova Iguaçu, treinando, depois resolveu abandonar. Depois aprendeu mecânica e, por fim, já estava com atividade de armar tenda e deu no que deu", lamentou.

O sambista também falou sobre as áreas de perigo da cidade. "Você não pode mais dizer que aquele ou determinado lugar [são perigosos]... É o Rio de Janeiro inteiro. Até no interior do estado a violência já chegou."

Gabriel Ribeiro Marcondes morreu a tiros na madrugada de domingo (18), durante um confronto de traficantes e policiais que, segundo a Polícia Militar, checavam a denúncia de um baile funk no Morro da Bacia. 

O rapaz foi enterrado no Cemitério de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 

Último acesso: 18 Sep 2021 - 14:36:59 (1127941).