AnaMaria

Número de mortos pelas chuvas na Bahia sobe para 21 pessoas; 77 mil estão desabrigadas

Mais de 130 cidades decretaram situação de emergência devido às chuvas na Bahia

Da Redação Publicado em 29/12/2021, às 08h31

Superintendência de Proteção de Defesa Civil (Sudec) contabilizou dados sobre as chuvas na Bahia - Prefeitura de Ibicuí
Superintendência de Proteção de Defesa Civil (Sudec) contabilizou dados sobre as chuvas na Bahia - Prefeitura de Ibicuí

O número de mortos devido às chuvas na Bahia subiu para 21 pessoas, na última terça-feira (28). As informações são da Superintendência de Proteção de Defesa Civil (Sudec), que contabiliza que outras 77.092 estão desabrigadas ou desalojadas.

A 21ª vítima da calamidade foi um jovem de apenas 19 anos, que se afogou ao tentar atravessar uma enxurrada em Ilhéus, na noite da última segunda-feira (27). Além dele, os outros óbitos foram registrados em cidades como Itamaraju, Jucuruçu, Amargosa e Prado.

Quanto aos desabrigados, pessoas que perderam seus imóveis e precisaram recorrer ao apoio do poder público, o número é de 34.163 pessoas. Já o total de desalojados, quem também perdeu seus imóveis, mas foi alocado em casas de parentes ou amigos, é equivalente a 42.929 pessoas.

No total, 136 cidades baianas decretaram situação de emergência devido às enchentes. Mais de 471 mil pessoas foram atingidas e necessitam de ajuda para a arrecadação de alimentos e itens de higiene pessoal, por exemplo.

SEM VERBAS

O governador baiano Rui Costa (PT) reclamou, na última terça-feira (28), sobre a verba liberada por Jair Bolsonaro (PL) para socorrer os municípios castigados pelas chuvas na Bahia.

O governo federal liberou, através de uma medida provisória, R$ 200 milhões para reconstruir rodovias prejudicadas pela chuva no país. Desses, R$ 80 milhões irão para o Nordeste, R$ 70 milhões para o Norte e R$ 50 milhões para o Sudeste.

Para Rui Costa, o auxílio não é suficiente para sanar os danos. "Eu queria fazer um apelo porque não é possível recuperar as estradas federais com R$ 80 milhões para o Nordeste", declarou em coletiva de imprensa.

O governador apresentou as demandas emergenciais e informou que entregará levantamentos para justificar os danos causados pelas enchentes em breve. Vale mencionar que o governo já havia liberado R$ 20 milhões para ajudar o estado.