AnaMaria

''O Tempo Não Para'': Carmen decide passar Natal com os Sabino Machado

No entanto, empresário vai ter que seguir regras impostas por Agustina

Da Redação Publicado em 25/12/2018, às 12h30 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Carmem decide aparecer na ceia - Reprodução/TV Globo
Carmem decide aparecer na ceia - Reprodução/TV Globo

Apesar de Carmen (Christiane Torloni) não ter aceitado o convite de Agustina (Rosi Campos) para passar o Natal na mansão dos Sabino Machado, a empresária vai surpreender.

Após refletir, ela chega de surpresa para passar o dia com a família. Mas, apesar de ter convidado, a mãe de Marocas (Juliana Paiva) não vai ficar nada feliz e decide estabelecer algumas regras para a boa convivência entre as duas.

ÚLTIMA TENTATIVA
Como Samuca (Nicolas Prattes) disse que não abriria mão de passar a data com a mãe, Marocas avisou Agustina que, caso Carmen não fosse convidada, iria passar o Natal com o marido, bem longe da família. 

Sem saída, a ex-congelada resolveu convidar sua rival para passar o Natal na casa dos Sabino Machado. Ela foi, inclusive, pessoalmente ao apartamento da empresária, mas seu convite não foi aceito pela namorada de Dom Sabino (Edson Celulari).

Samuca não se convence de passar o Natal separado da mãe e liga para Carmen na tentativa de convencê-la. “Eu descrevi para ela a cara de felicidade que a sua mãe fez quando disse que ela não vinha. Ela mudou de ideia rapidinho”, Samuca conta para Marocas.

“Isso não foi nada correto, mas foi bem perspicaz da sua parte”, diz a estilista, achando graça.

REGRAS
Se sentindo afrontada, Agustina pergunta a Carmen o que a fez mudar de ideia, já que ela recusou o convite com tanta veemência. “Por essa a senhora não esperava, né?”, responde a empresária.

Prevendo que as duas não irão se entender, Agustina resolve dar as regras para a boa convivência durantes as festas natalinas.

“A primeira delas é que a senhora ficará na extremidade oposta a de meu marido. Não usará de deboche ou ironia, e não fará nenhum comentário maldoso sobre a minha pessoa durante a refeição ou após a mesma”, estabelece Agustina.

“Isso vale pra senhora também?”, quer saber Carmen. “Decerto que sim... Eu proponho uma trégua em nossas desavenças”, responde.