''O trabalho para mim foi uma salvação'', desabafa Susana Vieira sobre leucemia

A atriz revelou ao grande público que estava com a doença no início deste mês

quarta 28 novembro, 2018
“Vou viver a vida inteira com essa espada na cabeça? Sim”, afirmou a atriz
“Vou viver a vida inteira com essa espada na cabeça? Sim”, afirmou a atriz Foto:Reprodução/Instagram

Susana Vieira anunciou recentemente que é portadora de Leucemia Linfocítica Crônica (LLC). Em entrevista para o programa “Bem Estar”, a atriz compartilhou mais detalhes sobre a doença, com a qual convive há três anos.

Em entrevista ao programa "Bem-Estar", a atriz contou sobre sua reação ao receber a notícia. “Eu não sabia o que era mais pesado, a leucemia, o linfocítico ou o crônico.”

Notícias Relacionadas

“Vou viver a vida inteira com essa espada na cabeça? Sim”, afirmou a atriz sobre condição incurável de doença. Mas nem tudo está perdido, Susana compartilhou que pode continuar com a sua rotina normalmente, porém sem excessos.

QUIMIOTERAPIA
A quimioterapia apenas é utilizada quando sua imunidade está muito baixa, tanto que o tratamento não foi iniciado desde o diagnóstico e a atriz continuou trabalhando. 

Susana ainda disse que seu psicológico foi preservado pela rotina agitada. “O trabalho para mim foi uma salvação”, disse.

SUSTO APÓS VIAGEM
Ao voltar de viagem em 2017, a atriz teve uma baixa de imunidade. “Cheguei aqui e não conseguia subir a escada da minha casa. Sem ar, sem respiração e sem poder andar”. No hospital, descobriu que estava com embolia pulmonar e anêmica.

“Aí foi o momento de achar que eu podia morrer”. A doença interrompeu a produção de hemácias do seu organismo, resultando em uma internação de 10 dias na CTI com quimioterapia.

Felizmente, Susana contou que seu corpo reagiu surpreendentemente bem ao tratamento. “Eu comecei a fabricar hemácias inacreditavelmente”, compartilhou. Após o susto, ela precisou desinfetar tudo e fazer exames de sangue diários para observação. Agora, isso é feito apenas uma vez por mês.

Para finalizar, Susana alertou sobre como a doença é mais comum do que muitos pensam. “Existem muitas mulheres que são portadoras do LLC e que elas não falam, pois acham melhor”, concluiu.

 

Da Redação
Leia Mais:

Assine a Revista Digital

  • Assine a revista AnaMaria

BEM-ESTAR

  1. 1 Alimentos certos podem te ajudar a controlar a pressão; entenda Saiba como controlar a pressão com os alimentos certos
  2. 2 Menopausa: ginecologistas dão dicas de como manter a libido
  3. 3 Esquizofrenia: o tratamento precoce reduz os danos
  4. 4 Confira dicas para manter os pés lisinhos durante o inverno
  5. 5 Pare agora de fumar: confira motivos e dicas para largar o hábito