AnaMaria
Últimas Notícias / Tóquio 2020

Olimpíadas de Tóquio: Após perder para irlandesa, Beatriz Ferreira fica com prata no boxe

Baiana foi derrotada por decisão unânime em categoria de até 60kg

Da Redação Publicado em 08/08/2021, às 12h38 - Atualizado às 12h38

Beatriz Ferreira e Kellie Harrington nunca haviam se enfrentado - Jonne Roriz/Divulgação COB
Beatriz Ferreira e Kellie Harrington nunca haviam se enfrentado - Jonne Roriz/Divulgação COB

Beatriz Ferreira também não conseguiu a medalha de ouro que garantiria ao Brasil o maior número de vitórias em todas as edições dos jogos olímpicos - o país fechou a edição com sete ouros, mesmo número do Rio 2016. A atleta perdeu a luta com a irlandesa Kellie Harrington, na madrugada deste domingo (8), por decisão unânime dos juízes. Assim, ela conquistou a prata na categoria até 60kg do Boxe Olímpico.

Até então, as duas atletas nunca haviam se enfrentado. No mundial de 2018 - do qual Kellie foi campeã -, elas ficaram em chaves diferentes, e Bia foi eliminada nas oitavas de final. A brasileira venceu o torneio em 2019, quando a irlandesa não competiu devido á uma doença.

O primeiro round foi marcado por uma sequência de golpes bem marcados pela baiana, quando ela conseguiu encurralar a oponente nas cordas. Três dos cinco árbitros deram a vitória para a brasileira.

No segundo, Kellie circundou Beatriz, que desviava dos golpes. Desta vez, quem levou o round foi a irlandesa, por unanimidade dos árbitros.

Pressionada, a brasileira não fez um bom terceiro assalto. A luta terminou com os cinco árbitros dando a vitória para a europeia.

Vale lembrar que esta é a primeira edição que Beatriz participou como atleta das Olimpíadas. Neste ciclo olímpico, a atleta foi campeã dos Jogos Sul-Americanos em 2018, na Bolívia, dos Jogos Pan-Americanos em 2019, no Peru, e do Campeonato Mundial, também em 2019, na Rússia.