Olimpíadas de Tóquio: Brasil conquista as duas primeiras medalhas

Skate e judô conseguiram a prata e o bronze, respectivamente

Da Redação Publicado domingo 25 julho, 2021

Skate e judô conseguiram a prata e o bronze, respectivamente
Kelvin Hoefler no skake e Daniel Cargnin no judô - Instagram/@timebrasil/Jonne Roriz/Gaspar Nóbrega

O Brasil subiu ao pódio das Olimpíadas de Tóquio e conquistou suas primeiras medalhas nos jogos! Kelvin Hoefler garantiu prata no skate e Daniel Cargnin conseguiu o bronze no judô, na madrugada deste domingo (25). 

A PRATA
A medalha de prata foi a primeira a ser garantida e entrou para a história. Isso porque o skate fez sua estreia no programa olímpico e logo de cara um brasileiro subiu ao pódio. O paulista Kevin Hoefler se manteve no topo da disputa durante quase toda a competição e somou 36,15 pontos na final. Ele ficou atrás apenas do japonês Yuto Horigomi, que fez 37,18. O americano Jagger Eaton ficou em terceiro lugar com a nota geral de 35,35.

Com a conquista, o público vibrou e comemorou nas redes sociais, entrando para os assuntos mais comentados. No entanto, a ausência de celebração da skatista e campeã mundial Letícia Bufoni intrigou os fãs. Ao ser questionada sobre o motivo de não falar do atleta, ela admitiu que não tem contato com ele, mas afirmou que a medalha foi merecida. 

"Pelo que vocês perceberam, ele nunca está com a gente nos "rolês", ele nunca faz parte das nossas atividades por uma opção dele", disse. "Ninguém tem nada contra ele, pelo contrário, está todo mundo aqui comemorando que o Brasil ganhou uma medalha. Respeito muito a história dele, mas, infelizmente, ele não gosta de estar com a gente", explicou.

O BRONZE
Além da prata, o Brasil conquistou o bronze no judô na manhã deste domingo. O gaúcho Daniel Cargnin venceu o israelense Baruch Shmailov e levou o terceiro lugar na competição, na categoria peso-meio-leve (até 66kg). 

O brasileiro conseguiu um wazari com um belo golpe logo no início da luta, que precisou ser interrompida porque Cargnin sofreu um corte no nariz numa entrada do israelense. Rapidamente, ele recebeu atendimento para deter o sangramento. 

Ao voltar para o tatame, o adversário veio para cima com tudo. Entretanto, Daniel evitou a pontuação. Nos momentos finais, o brasileiro até tomou uma punição por falta de combatividade, mas preservou a vitória e chorou com o treinador Yuko Fujii ao final da disputa.

DESTAQUES
O segundo dia de competição foi de destaques para o Brasil. No surfe, que também marca sua estreia nas Olimpíadas, Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Tatiana Weston-Webb venceram suas baterias e avançaram na competição. 

No vôlei de praia masculino, Bruno Schmidt e Evandro venceram os chilenos Marco e Esteban Grimalt, que são primos, por 2 sets a 1. Já o handebol feminino empatou no jogo contra a Comitê Olímpico Russo (ROC), time campeão no Rio-2016.  

Último acesso: 17 Sep 2021 - 20:18:05 (1148041).