AnaMaria
Últimas Notícias / Premiação

‘Oscar 2020’: Veja detalhes das produções que concorrem como ‘Melhor Filme’

Veja quais são os longa-metragens na disputa de ‘Melhor Filme’ no Oscar 2020

Beatriz Cresciulo Publicado em 09/02/2020, às 08h00

Veja quais são os longa-metragens na disputa de 'Melhor Filme' no Oscar 2020 - Instagram: @theirishmanfilm/ @jokermovie/ @onceinhollywood
Veja quais são os longa-metragens na disputa de 'Melhor Filme' no Oscar 2020 - Instagram: @theirishmanfilm/ @jokermovie/ @onceinhollywood

A 92ª cerimônia do Oscar acontece neste domingo (9), em Los Angeles, nos Estados Unidos. 

Na principal categoria da noite, a de ‘Melhor Filme’, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas reuniu nove produções que mais chamaram sua atenção no ano passado.

Entre elas, estão sob os holofotes uma obra feita na Coreia do Sul, além de um longa-metragem dirigido por uma mulher. 

Para você assistir o Oscar informado, AnaMaria Digital separou alguns detalhes sobre as produções que concorrem na categoria ‘Melhor Filme’. 

Confira!

Era Uma Vez Em... Hollywood

Foto: Instagram/ @onceuponatimeinhollywood 

Dirigido e produzido pelo famoso diretor Quentin Tarantino, o longa faz uma mescla de fatos da vida real e ficção. Isso porque retrata o real assassinato da atriz Sharon Tate (Margot Robbie), uma estrela dos anos 1960, e o envolvimento de grupos de hippies com o notório assassino Charles Manson. Além disso, o diretor trabalha com um terceiro núcleo em seu enredo, mostrando o dia a dia de um ator em decadência, papel interpretado por Leonardo DiCaprio. 

Contando com fortes nomes em seu elenco, como Brad Pitt e Al Pacino, ‘Era Uma Vez Em...Hollywood’ é apontado como um dos grandes favoritos para arrematar a principal estatueta da noite. Vale lembrar que o filme foi um dos destaques nas premiações anteriores, concedendo à Tarantino o título de melhor roteiro no Critic’s Choice Movie Awards e Globo de Ouro, além de premiações para seu elenco. 

1917

Foto: Instagram/ @1917

A produção, de Sam Mendes, conta a história dos cabos Schofield, representado por George MacKay, e Blake, vivido por Dean-Charles Chapman, durante a Primeira Guerra Mundial. A dupla é escolhida para realizar a difícil tarefa de entregar uma mensagem crucial, que promete salvar a vida de 1600 soldados. O filme, gravado em apenas um take, relata a longa travessia dos heróis pelo território inimigo. 

O longa-metragem, que contou com grandes nomes do cinema internacional, como Colin Firth e Benedict Cumberbatch, arrematou uma grande quantidade de estatuetas nas premiações anteriores, como o título de ‘Melhor Diretor’ e ‘Melhor Drama’ no Globo de Ouro, além de ‘Melhor Filme’ no Producers Guild Awards. 

O Irlandês

Foto: Instagram/ @theirishmanfilm 

Reunindo um elenco de peso, conta o envolvimento de chefes da máfia italiana com grupos sindicais, além da política americana. O enredo é baseado na vida de Frank Sheeran, interpretado por Robert De Niro, e os acontecimentos que levam ele a se tornar um dos principais assassinos de aluguel da máfia. 

Dirigido por Martin Scorsese para a plataforma de streaming ‘Netflix’, o filme também retrata a tomada do poder pela família Kennedy e o assassinato do 35º presidente dos EUA. Vem sendo bem representada na temporada de premiações e arrematou a estatueta de ‘Melhor Elenco’ no Critic’s, uma vez que conta com Al Pacino, Harvey Keitel e Joe Pesci. 

Parasita

Foto: Instagram/ @parasitefilm 

Único filme internacional à integrar a principal categoria da premiação, o suspense sul-coreano é dirigido por Bong Joon-ho. Seu enredo, que procura fazer uma crítica à desigualdade econômica e ascensão social, traz à telona a família de desempregados, Ki-taek.  

Depois que o filho mais velho consegue um emprego na casa de uma família milionária, os parentes agarram com unhas e dentes a oportunidade de desfrutar da vida boa dos patrões. Entretanto, pouco à pouco os familiares passam a descobrir segredos obscuros e que podem significar o fim de tudo. O longa chegou a ser premiado como ‘Melhor Filme Estrangeiro’ no Critic's. 

Coringa

Foto: Instagram/ @jokermovie 

A produção, que angariou onze indicações no Oscar, virou um marco para o cinema Blockbuster. O enredo fala dos abusos, problemas psicológicos e o histórico familiar que levaram um humorista falido, Arthur Fleck, a se tornar um dos maiores vilões da fictícia Gotham City. 

Trazendo à tona a discussão sobre a maneira que a sociedade lida com os transtornos mentais, Joaquin Phoenix eternizou-se como mais um dos atores que deu vida ao personagem e é um dos favoritos para levar a estatueta de ‘Melhor Ator’. 

O longa de Todd Phillips alcançou feitos inéditos, como conceder o primeiro título de ‘Melhor Trilha Sonora’ para uma mulher em premiações anteriores, além de ser uma das obras mais rentáveis do ano de 2019, acumulando aproximadamente R$4 bilhões de bilheteria. 

Adoráveis Mulheres

Foto: Instagram/ @littlewomenmovie

O filme, dirigido por Greta Gerwig, a única mulher diretora a concorrer ao principal prêmio da noite, disputa em oito categorias no Oscar. Passada há 150 anos, retrata a vida de três irmãs que vivem em meio à Guerra Civil. 

Apresentando temas como o feminismo e o papel da mulher na sociedade, ‘Adoráveis Mulheres’ reuniu um forte elenco, contando com nomes clássicos do cinema como, Winona Ryder, Kirsten Dunst, Susan Sarandon, Emma Watson, Saoirse Ronan e Christian Bale. 

Vale lembrar que a produção é a segunda a ser dirigida por Greta, sua estreia foi com ‘Lady Bird: A Hora de Voar’ que também foi notada pela premiação em 2018. Apesar de contar com múltiplas indicações nas principais premiações, só venceu como ‘Melhor Roteiro Adaptado’ no Critic’s.

História de um Casamento

Foto: Instagram/ @marriagestoy

Protagonizado por Scarlett Johansson e Adam Driver, o enredo de Noah Baumbach relata as dores de um casal que resolve se divorciar. A briga pela custódia do filho, Henry, representado por Azhy Robertson, e a luta para que a família permaneça unida, são os temas centrais da atração. 

Esta é a segunda produção da Netflix a concorrer em ‘Melhor filme’. O longa conta com nomes famosos no elenco, como Laura Dern, Alan Alda e Ray Liotta. Os protagonistas da atração estão competindo pelas estatuetas de ‘Melhor atriz’ e ‘Melhor ator’. Entretanto, o filme não arrematou muitos prêmios até o momento, Laura Dern é o único membro da produção que venceu uma indicação, como ‘Melhor Atriz Coadjuvante’ no Globo de Ouro e no Critics. 

JoJo Rabbit

Foto: Instagram/ @jojorabbitmovie 

O longa metragem, que estreou nos cinemas brasileiros no dia 6 de fevereiro, é situado no período da Segunda Guerra Mundial e conta a história do pequeno Jojo, interpretado por Roman Griffin Davis, um menino nazista de apenas 10 anos. 

Além de seguir precisamente os ideais de Hitler, o garoto o tem como seu amigo imaginário e sonha integrar o grupo chamado ‘Juventude Hitlerista’. Mas o menino acaba descobrindo que a sua mãe, desempenhada por Scarlett Johansson, está mantendo uma mulher judia em sua casa. Devastado com a traição da parente, Jojo dá início ao seu plano de expulsar a desconhecida. No entanto, o pequeno acaba se afeiçoando à hospedeira. 

A trama, dirigida pelo neozelandês Taika Waititi, está concorrendo em seis categorias no Oscar. O protagonista do filme chegou a levar a estatueta de ‘Melhor Jovem Ator’ no Critic’s, mas o longa deixou a premiação sem ganhar as demais indicações. 

Ford vs Ferrari

Foto: Instagram/ @fordvsferrari

O filme retrata os embates entre duas marcas nos anos 1960, depois que a representante norte-americana resolveu entrar no ramo das corridas automobilísticas, procurando aumentar o seu prestígio. Para alcançar tal feito, a empresa decide contratar Carroll Shelby, um ex-piloto interpretado por Matt Damon. 

Reunindo um time apto para atacar a concorrência, contando com Ken Miles, engenheiro vivido por Christian Bale, o profissional passa a se desentender com os diretores da marca, que visam o marketing econômico e deixam a paixão pelo esporte de lado. 

A produção biográfica de James Mangold arrecadou quatro indicações na principal premiação do cinema, entretanto, deixou o Globo de Ouro e Critics de mãos vazias.