AnaMaria
Últimas Notícias / RELIGIÃO

Padre Manzotti sobre coronavírus: ''Não é castigo de Deus, é ação errada do homem''

Religioso falou do isolamento social em razão da pandemia no novo coronavírus

Da Redação Publicado em 07/05/2020, às 11h11 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Padre Reginaldo Manzotti afirmou que é preciso pensar na vida após pandemia - Instagram/@padremanzotti
Padre Reginaldo Manzotti afirmou que é preciso pensar na vida após pandemia - Instagram/@padremanzotti

O Padre Reginaldo Manzotti abriu o coração e falou sobre a pandemia do novo coronavírus e o isolamento social. Ele afirmou que é preciso ter esperanças e pensar na vida após a crise. 

Em entrevista à coluna de Leo Dias, do portal UOL, da última quarta-feira (6), o religioso se revelou esperançoso com o futuro. "Tenho apenas uma certeza: tudo isso vai passar. Devemos ter paciência, procurar fazer coisas boas, e também planejar a nossa vida pós-pandemia. Que possamos aprender com tudo que estamos vivendo para construir juntos um mundo com mais fraternidade, menos egoísmo, mais amor. Não percam a esperança, olhem positivamente para o futuro e trabalhem para que não vivamos algo assim novamente", aconselhou. 

Manzotti aponta que já ouviu falar que o coronavírus é um 'castigo de Deus'. No entanto, ele rebateu afirmando que não se deve tirar a responsabilidade do homem. 

"É mais fácil pensar que é castigo de Deus, pois assim desvia da humanidade a responsabilidade de ações erradas. Deus não manda o sofrimento, porém pode permitir, não para nos castigar, mas para nos corrigir como um Pai que ama seus filhos", ressaltou. 

Por fim, ele não considera que 'furar o isolamento' seja pecado, mas pediu para que as pessoas fiquem em casa. "Devemos seguir todas as recomendações sanitárias dos órgãos competentes e claro, o senso comum. Devemos cuidar do próximo e de nós mesmos. Preservar a vida."