AnaMaria

''Pedido de desculpas valeria mais que qualquer dólar'', diz Anitta sobre briga com Pabllo Vittar

Anitta solta o verbo em publicação que faz referência a briga com Pabllo Vittar

Da Redação Publicado em 07/08/2019, às 09h19 - Atualizado em 18/08/2019, às 10h56

Anitta e Pabllo Vittar - Reprodução/Instagram
Anitta e Pabllo Vittar - Reprodução/Instagram

A Serasa, empresa de créditos, fez uma publicação referindo-se a briga de Anitta com Pabllo Vittar por conta do clipe "Sua Cara", na última terça-feira (6), e parece que a dona do hit "Bola Rebola" não gostou nem um pouco de ser citada, mesmo que indiretamente.

Em meados de 2017, um áudio em que Anitta falava sobre seus gastos com o clipe viralizou, e desde então a relação das duas nunca mais foi a mesma.

"Agradeço por lembrarem de mim e do meu trabalho. Mas acho muito triste fazer piada com um assunto que é o pesadelo diário de tantos brasileiros. Por mais que vocês respondam "Não citamos seu nome", "a carapuça serviu" . Ninguém aqui é idiota pra não saber a referência aos boatos envolvendo meu nome e de outra cantora", começou ela.

Anitta ainda fez questão de destacar que nunca disse que alguém a devia dinheiro, e que a gravação era um desabafo por ter sido chamada de "pão dura".

"O áudio foi viralizado, provavelmente, por acharem que pelo meu tom de voz revoltado as pessoas se voltariam contra mim. Mas o tiro saiu pela culatra porque acho que entendem que sou humana, e também posso me chatear. Qualquer pedido de desculpas sobre algumas coisas valeriam muito mais de que qualquer dólar", disparou.

A respeito da publicação, a cantora disse que não achava divertido "fazer piada com a realidade de muitos brasileiros."

"Meu pai e minha mãe tiveram problemas com Serasa durante toda a minha adolescência e eu chorava diariamente por medo de perder as pouquíssimas coisas que tínhamos. De não ter onde morar. Nem tinha entendimento pra saber se isso era possível ou não. Mas morria de medo", relembrou.

Por fim, a artista fez um pedido a página: "Se a ideia da brincadeira era viralizar as redes do Serasa, informo que infelizmente jovens que nem tem como resolver a situação dos pais olharam isso e começaram a fomentar um monte de medos na cabeça como eu já fiz na minha adolescência. Por favor não façam mais isso."

Veja: