AnaMaria
Últimas Notícias / Tecnologia

Perca o medo de deixar seus arquivos na nuvem com essas ferramentas online

Nosso colunista de tecnologia, Juliano Schimiguel, mostra as vantagens da Computação nas Nuvens

*Juliano Schimiguel Publicado em 01/10/2020, às 08h20 - Atualizado às 14h57

Atualmente, grande parte dos profissionais de diferentes áreas do conhecimento buscam ferramentas em cloud e online para executarem seus trabalhos - Kreatikar/Pixabay
Atualmente, grande parte dos profissionais de diferentes áreas do conhecimento buscam ferramentas em cloud e online para executarem seus trabalhos - Kreatikar/Pixabay

Muitos de nós já ouvimos falar da Cloud Computing, o que traduzindo para o português significa Computação nas Nuvens. Trata-se do uso de softwares, sistemas e aplicações diretamente pela web, por meio de navegadores que já estamos acostumados, como o Microsoft Edge (antigo Internet Explorer), Google Chrome, Mozzila Firefox, Safari, Opera, Brave, entre outros.

Esse tipo de serviço evita a necessidade de ter softwares instalados localmente em nosso computador pessoal, o que naturalmente acabaria ocupando espaço de armazenamento no disco rígido da máquina (HD – hard disk), deixando o processador funcionando naturalmente de forma mais lenta.

Além disso, uma outra grande vantagem de se ter tudo disponível através da internet é que podemos acessar nossas informações de um dispositivo que tenha acesso à web, como o computador ou até um celular.

NÃO ERA FÁCIL
Poucos anos atrás, por exemplo, era bastante complexo administrar uma palestra ou treinamento. Havia a necessidade de guardar nossa apresentação em várias mídias: precisávamos levar em um pendrive principal, em um segundo de backup e, muitas vezes, ainda gravávamos um CD/DVD com o arquivo, para evitar problemas indesejados. Vale sempre lembrar da Lei de Murphy: se alguma coisa tiver que dar errado, ela dará!

A situação era ainda mais complexa na época dos disquetes, que possuíam uma capacidade de armazenamento bastante reduzida, com grande chance de dar problema na leitura ou acesso às informações.

LOCAL VERSUS NUVEM
Vamos comparar o Microsoft Office que roda localmente no seu computador (não iremos nos referir ao Office 365) em comparação ao sistema na nuvem do Google Docs. Quando falamos do primeiro, isso significa ter acesso a programas como o Microsoft Word, Microsoft Excel, Microsoft Powerpoint, entre outros. Só que esses softwares precisam estar instalados localmente no computador ocupando espaço, como expliquei no início do texto. 

Ao criar um texto no Microsoft Word, por exemplo, ele deverá ser salvo localmente em seu computador. Se a ideia for compartilhar o material com outra pessoa, será necessário salvar o arquivo em um pendrive, ou enviar por email, salvar num cartão de memória, etc. 

No caso do Google Docs, o mesmo pode ser acessado a partir de uma conta pessoal de e-mail no Gmail. Dentro dos aplicativos, basta acessar o Google Drive e criar um novo ‘Documento Google’. Nele, será possível editar e digitar o documento exatamente como você faria no Word, usando recursos lúdicos de formatação do texto, como títulos, tipo de fonte, tamanho de fonte, negrito, itálico, sublinhado, cor do texto, alinhamento do texto, espaçamento entre linhas, entre outros. 

Esse documento ficará salvo na própria nuvem (no Google Drive), e poderá ser acessado por qualquer computador, em qualquer local, que tenha acesso básico à internet. Ele poderá ser inclusive compartilhado com outras pessoas, que irão visualizar seu conteúdo, e até mesmo modificar e incrementá-lo, dependendo do tipo de permissão que lhe foi possibilitada.

APROVEITE ESSAS FERRAMENTAS
Atualmente, grande parte dos profissionais de diferentes áreas do conhecimento buscam ferramentas em cloud e online para executarem seus trabalhos. Entre as vantagens, estão a facilidade de acesso, que é imediato e simplificado; sem precisar fazer configurações e adaptações técnicas, além do fato de não ser necessário atualizar o sistema, visto que ele é atualizado automaticamente na nuvem. Com isso, estamos sempre acessando a última versão atualizada através da internet.

Separei outras ferramentas interessantes que trabalham no esquema de nuvem:

TRELLO: aplicativo de gerenciamento de projetos baseado na web. Os projetos são representados por quadros (boards), que contêm listas de tarefas a fazer, tarefas em andamento, e tarefas concluídas

CACOO: software baseado na web para projetar e desenhar diagramas, voltados para engenharia de software, projeto de interfaces de usuário para desktop, web e mobile, etc.

EVERNOTE WEB: sistema que possibilita coletar e compartilhar ideias, inserindo fotos e imagens em notas criadas, além da possibilidade de compartilhar com outras pessoas

DROPBOX: permite armazenar arquivos na nuvem, possibilita gerenciamento de equipe e do fluxo de trabalho, etc. 

ADOBE CREATIVE CLOUD: trata-se da versão na nuvem do pacote Adobe, incluindo os sistemas Photoshop, InDesign, Illustrator; com sistemas voltados para tarefas criativas. No entanto, vale destacar que é uma plataforma paga, podendo ser testado a versão free trial.

***

*JULIANO SCHIMIGUEL é pesquisador, professor universitário e escreve sobre tecnologias da informação e comunicação (TICs), além de seu impacto na sociedade e no ensino. Para encontrá-lo, basta acessar seu Linkedin ou mandar um e-mail: schimiguel@gmail.com