AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

PT e Fernando Haddad são condenados a pagar R$ 100 mil a cantora Paula Toller

Paula Toller ganha processo na Justiça e recebe indenização de PT e Fernando Haddad

Da Redação Publicado em 20/12/2019, às 07h47 - Atualizado às 07h48

Fernando Haddad, do PT, perdeu processo judicial para Paula Toller - Instagram/@fernandohaddadoficial/@paulatoller
Fernando Haddad, do PT, perdeu processo judicial para Paula Toller - Instagram/@fernandohaddadoficial/@paulatoller

Paula Toller ganhou dois processos na Justiça. Isso porque a música, “Pintura Íntima”, foi usada sem sua permissão na campanha presidencial de 2018 do candidato do PT, Fernando Haddad. 

De acordo com o portal iG, o cantor Leoni, ex-namorado de Paula, também foi processado porque autorizou o uso da canção. Vale lembrar que a faixa também é uma composição do artista. 

A 1ª Vara Empresarial do Rio condenou os três por uso indevido da imagem da vocalista e dos direitos autorais da música e Paula receberá uma indenização de R$ 50 mil de Leoni. Já o PT precisará desembolsar R$ 100 mil para a cantora. 

No processo consta que, em 25 de outubro de 2018, o Tribunal Regional Eleitoral "determinou a retirada imediata da obra musical, suspendendo o seu uso na campanha em razão da ausência de autorização". Na ocasião, a loira pediu R$ 200 mil para o partido. 

Na propaganda, um dos integrantes da banda Jorge Israel aparecia tocando sax e a imagem prosseguia com Paula Toller cantando e dançando "Pintura Íntima".

A música foi "reproduzida nos canais de apoio ao candidato, inclusive no site oficial do MST [Movimento dos Trabalhadores Sem Terra] e outros apoiadores", segundo informa o documento. 

Após decisão do TRE de remover a música da campanha, Leoni fez uma nova versão para incluir novamente a faixa no vídeo, mesmo com Toller não tendo concordado com a decisão. 

{# Taboola Newsroom #}