AnaMaria

Relação duradoura e feliz

Manter a união não é tarefa simples. Mas, acredite, você pode resolver as crises e construir um relacionamento sólido e forte. Jennifer Lobo, criadora do site de relacionamentos Meu Patrocínio, e a coach e psicóloga Livia Marques explicam como!

Júlia Arbex Publicado em 10/09/2018, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Relação duradoura e feliz - iStock
Relação duradoura e feliz - iStock

Respeito
Amar o outro não é suficiente para que o relacionamento caminhe bem. O respeito, por outro lado, é o fator essencial. As diferenças, como gostos, visões e objetivos pessoais e profissionais, devem ser respeitadas. Um precisa acrescentar coisas positivas à vida do outro.

Seriedade
Hoje em dia, homens e mulheres têm muitas responsabilidades a compartilhar: contas, deveres do lar e cuidados com os filhos. Por isso, divida as tarefas com seu parceiro.

Autonomia
Tanto a liberdade pessoal quanto a do casal precisam ser preservadas. Um tem que permitir ao outro o exercício de ter vontades próprias. Afinal, relação não é prisão. O excesso de independência, porém, pode provocar distanciamento. Tente alcançar um equilíbrio!

Individualidade
Diferentemente do que algumas pessoas acreditam, aprender a separar os interesses é fundamental em uma relação saudável.
Vocês são um casal? Sim! Antes, porém, são indivíduos. Além disso, faz muito sentido que cada um cuide das próprias coisas sozinho.

Perdão
Para uma relação durar bons anos é preciso humildade e saber reconhecer seus próprios erros e fraquezas. Se cometeu uma falha, reconheça o engano e peça desculpas sem medo nem vergonha.

Comunicação
Diálogo é base para qualquer relação. Tem dúvida sobre alguma coisa? Esclareça-a com seu parceiro. E evite brigas! Você pode dizer que não concorda e não está satisfeita com alguma situação, mas coloque sua opinião de maneira leve e respeitosa.

Tranquilidade
Importar-se verdadeiramente com o relacionamento e conseguir resolver conflitos sem atritos são os comportamentos mais impactantes na manutenção do amor.

Empatia
Nada melhor do que saber colocar-se no lugar do outro, preocupando-se com as necessidades e interesses alheios. Experimente!

Amigos
Cultive um bom círculo de amizades. Assim, você aprenderá a valorizar cada vez mais a pessoa com a qual você está tentando construir um relacionamento duradouro.

Surpresas
Às vezes, cai bem sair da rotina e ver como outras situações podem ser legais. Se a relação estiver monótona, voltem a sair para comer e beber, marquem um dia para assistir a um filme no cinema ou ver uma exposição... Busquem novidades!

Sexo
Atividade sexual frequente ajuda, sim, a manter o casamento. Mas, claro, a qualidade e quantidade de transas são questões definidas por cada casal.

Quando o relacionamento precisa de algum tipo de acerto?
Quando ambos estão distantes um do outro, há indiferença e o respeito já está dando sinais de que tudo está terminando. Nesses momentos, aposte na sinceridade. Converse com o parceiro sobre o que a incomoda na relação. Juntos chegarão a um consenso sobre qual seria a melhor saída.

As redes sociais atrapalham?
Podem, sim. Em algumas situações, o casal passa mais tempo no celular e nas redes sociais do que conversando ou aproveitando o momento a dois. Quando isso ocorre, ambos devem procurar uma solução em prol de um futuro juntos. Quando uma frase, uma foto ou até mesmo um emoji é interpretado de forma diferente, seja por um ou por outro, também pode dar problemas.

E o ciúme?
Assim como existe amor considerado saudável, seguro, erótico e companheiro, há também a versão patológica do sentimento, que
só causa sofrimento. O ciúme, por exemplo, pode evoluir para a desconfiança exagerada, medo e raiva, tornando o relacionamento tóxico e com muitas discussões. Para controlar o sentimento, cultive o hábito de ser sempre bastante franca com o seu parceiro.