Relacionamento e astrologia: saiba como a Sinastria influencia nas relações

Astróloga explica o que é Sinastria e sua importância para os relacionamentos

Juliana Ribeiro Publicado sexta 11 setembro, 2020

Astróloga explica o que é Sinastria e sua importância para os relacionamentos
Saiba como a Sinastria influencia nas relações - Pixabay

Você já ouviu falar em Sinastria? Trata-se de uma interpretação da combinação dos mapas de um casal, permitindo que sejam identificadas as áreas de afinidade e as que precisam ser trabalhadas para que a relação seja duradoura. A astróloga Vanessa Alvaiz explica que isso nada mais é do que uma sobreposição dos mapas dos parceiros, como se fossem colocados um sobre o outro, indicando a dinâmica da parceria. 

Segundo ela, a função da sinastria é melhorar e desenvolver os relacionamentos, ajudando as pessoas a conviverem melhor entre si, compreendendo e construindo as potencialidades da relação. Ou seja: ajudando a alcançar o tão famoso e sonhado equilíbrio.

"Se estiver bom apenas para um lado, não é saudável. E se tiver agressão, violência e exploração, atrasamos o nosso processo evolutivo. Estamos cada vez mais caminhando para a conscientização, inclusive quanto à atitude que tomamos em relação a nós mesmos, dentro dos relacionamentos. Olha a nossa responsabilidade!", diz.

AUTOCONHECIMENTO
Para isso, de acordo com a astróloga, é fundamental a análise do mapa pessoal, que mostra o caráter em potencial do indivíduo. A ideia é primeiro se conhecer e perceber o que, de fato, está procurando em um relacionamento. "No mapa da mulher, o sol sugere o que ela procura no lado masculino da vida, e consequentemente no homem, a fim de completar-se. O inverso acontece no mapa do homem com relação à Lua", explica.

Ou seja: quando a pessoa se desconhece, ela pode acabar rejeitando o que no início lhe atraiu, a chamada 'atração-repulsão'. "Lembra daquele ditado 'o que te atraiu no seu parceiro será justamente o que lhe afastará no decorrer do tempo'? Pois é, para atrair a pessoa conveniente e que lhe preencherá, será preciso resolver primeiro o nosso caso particular com nossa parte feminina ou masculina", ressalta. 

PROJEÇÃO
Vanessa cita ainda o psicanalista Carl Jung, que dizia que nenhum homem é inteiramente masculino por ter uma parte feminina dentro de si, assim como acontece com a mulher. Reprimir isso, segundo ela, acaba nos afastando da nossa própria essência, gerando uma projeção errada.

"Projetamos no sexo oposto a figura de nosso pai ou nossa mãe, conforme sejamos mulher ou homem. Se a relação com a mãe foi negativa, o homem pode ter dificuldades nas suas relações com as mulheres, e vice-versa", diz a astróloga. 

HARMONIA 
A ligação harmônica entre 'Sol/Lua', 'Marte/Vênus' das duas pessoas ajuda no relacionamento. E não é só no sentido de convivência ou atração, não! Mas porque o 'animus' de um entrosa-se com o 'animus' do outro. Vênus e Marte, por exemplo, é outra dupla de masculino e feminino. Esses planetas são o símbolo dos amantes da mitologia grega e romana, do Yin e Yang, como explica Alvaiz: 

"Um é relacionar e o outro é conquistar, o que indica, também, uma divergência de propósitos. Marte deseja, Vênus quer ser desejada. Vênus é arquétipo da amante, enquanto a Lua é o da mãe, Marte é o do conquistador e o Sol é o do pai. Todos nós temos quatro lados, mas preferimos nos identificar mais com um deles".

Ela destaca ainda que, no mapa do homem, Vênus descreve o que ele procura na mulher como amante. Já no mapa da mulher, Marte mostra o que ela procura no homem, o que ela acha atraente nele.

VAMOS HARMONIZAR AS RELAÇÕES?
Segundo Alvaiz, para harmonizar uma relação é preciso, antes de tudo, conhecer. Na sinastria, as 'desafinidades' nem sempre são ruins, pois trazem equilíbrio, assim como nem sempre as afinidades são boas, e isso vai depender exclusivamente de cada um. A astróloga acredita que muitos aspectos harmoniosos entre si podem tornar a relação acomodada, enquanto que os críticos podem estimular.

"A maioria do que precisamos experimentar interiormente é refletido nos nossos relacionamentos. Por mais desarmônico que seja um contato entre dois mapas, isso não significa que a relação não possa ser recompensadora, ou que essa pessoa não significa nada para a outra", explica a especialista. 

Além disso, ela afirma que não se pode ter garantia de nada, e muito menos da durabilidade de um relacionamento, se vai dar certo: "Duas pessoas podem ter uma ótima sinastria e separarem-se num trânsito difícil, e outras duas pessoas podem passar por trânsitos semelhantes e a relação torna-se mais unida e forte. Muito vai depender de cada um e o nível de consciência que se tem das próprias necessidades e das do outro. Entendeu como o autoconhecimento é importante?".

COMBINAÇÃO DE ELEMENTOS
A combinação dos elementos entre duas pessoas é fundamental para a constância da harmonia. Entretanto, Alvaiz aponta que tudo depende da evolução e do propósito de cada um.  "Fogo e Terra não combinam. A terra extingue o fogo e ele resseca-a, no entanto, a terra adora o otimismo do fogo, e o fogo fica encantado com a capacidade de estratégia da terra. Mas chega uma hora que o Fogo fica exasperado com a cautela e disciplina da Terra. E a Terra se cansa da irresponsabilidade e impulsividade do Fogo", destaca. 

Por fim, ela cita uma frase de David Herbert Lawrence: "Gosto desta ideia de 'que o amor é uma forma de conversação em que as palavras agem em vez de serem faladas'".

REGRAS DA SINASTRIA

A astróloga explica que na Sinastria existem algumas regras, como as listadas abaixo: 

- O ideal seria haver um certo equilíbrio entre os aspectos, em geral considera-se difícil quando o Sol, Lua ou Ascendente de uma pessoa estão em quadratura com os da outra pessoa, principalmente na convivência diária.

-Se o planeta Júpiter do mapa do parceiro ficar na mesma posição que o planeta Vênus no seu mapa, como ambos são benéficos, será uma indicação de que o relacionamento tem mais chance de dar certo.

- Agora se o Marte do seu mapa ficar em oposição ao planeta Marte do Mapa do /parceiro (a), indicará que vocês devem evitar disputas e atritos e que vão ter de aprender como aproveitar essa energia de forma positiva.

- Se na sobreposição dos mapas o seu Sol ficar posicionado na casa 10 do mapa do/a parceiro, isso indica que você poderá ajudá-lo a brilhar social e profissionalmente.

ELEMENTOS:

Os signos astrológicos, que são 12, se dividem entre quatro elementos: Fogo, Terra, Ar e Água, sendo que alguns grupos apresentam maior compatibilidade entre si.  

Água: Peixes, Câncer e Escorpião.
Fogo: Aries, Leão, Sagitário.
Terra: Touro, Virgem e Capricórnio.
Ar: Gêmeos, Libra e Aquario.

Os 12 signos astrológicos se dividem entre quatro elementos: Fogo, Terra, Ar e Água. De forma bem simplificada, podemos dizer que a natureza de cada um dos elementos astrológicos são as seguintes:

Compatíveis:
Terra e Agua.
Ar e Fogo. 

Último acesso: 28 Jul 2021 - 15:51:30 (1123710).