AnaMaria
Últimas Notícias / Demissão

Repórter de afiliada da Rede Globo é demitida por estar acima do peso e a emissora responde

Michelle Sampaio comoveu as redes sociais com seu relato

Da Redação Publicado em 25/03/2019, às 10h19 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

Michelle Sampaio anunciou que foi demitida por não chegar ao peso pedido pela TV Vanguarda - Reprodução/TV Vanguarda/TV Globo
Michelle Sampaio anunciou que foi demitida por não chegar ao peso pedido pela TV Vanguarda - Reprodução/TV Vanguarda/TV Globo

A repórter da TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo no Vale de Paraíba, Michelle Sampaio, comunicou em seu Facebook, no último sábado (23), que foi demitida da emissora por estar acima do peso. 

Segundo a jornalista, ela foi desligada do quadro de funcionários após 16 anos de empresa por não conseguir perder o peso ganho durante a gravidez. 

“Foram 14 anos priorizando o trabalho, mas desde a chegada da minha filhinha, ela virou minha prioridade número um de vida, de tempo e de dedicação. Nesses últimos dois anos, por estar acima do peso, fiquei um bom tempo trabalhando nos bastidores, cheguei a emagrecer um pouco, voltar pra reportagem e apresentação do jornal, mas saí ‘do vídeo’ novamente porque nunca de fato voltei ao peso antes da gravidez", contou a repórter. 

Ela ainda afirmou que respeita o posicionamento da TV Vanguarda e que agora se dedicará à empresa de comunicação da qual é sócia. 

Em outra publicação, a jornalista Amanda Campos, que também trabalhou na emissora, revelou que passou pela mesma situação de Michelle. "Lamentável que uma empresa de ‘Vanguarda’ se posicione de forma tão retrógrada. Isso precisa mudar.Passei por isto quando voltei da licença-maternidade após ter meu filho, tanto que pedi demissão e voltei dois anos depois, quando estava mais ‘magra’ e ‘apta’ para voltar ao vídeo”

Amanda também contou que outro jornalista se submeteu a uma cirurgia bariátrica para não perder o emprego. 

POSICIONAMENTO 

A TV Globo se posicionou após a repercussão do depoimento de Michelle e afirmou que o desligamento da jornalista não está relacionado com o sua aparência, sendo incompatível com a política da empresa. 

“A TV Globo e a TV Vanguarda informam que não é verdade que a razão para o fim do contrato. Tal conduta é incompatível com a política de respeito absoluto a seus profissionais adotada pela TV Globo e pela TV Vanguarda.”