AnaMaria
Últimas Notícias / Entrevista

Roberto Carlos revela planos para aposentadoria e fala sobre solidão

Roberto Carlos afirma não pensar em aposentadoria: ''Enquanto puder, estarei cantando''

André Romano Publicado em 07/03/2020, às 08h00

O cantor se apresentou na 16ª edição do projeto Emoções em Alto Mar - Globo/Estevam Avellar
O cantor se apresentou na 16ª edição do projeto Emoções em Alto Mar - Globo/Estevam Avellar

Na 16ª edição do projeto Emoções em Alto Mar, cruzeiro em que Roberto Carlos se apresentou entre os dias 15 e 19 de fevereiro, o cantor recebeu a imprensa. 

Na entrevista coletiva, falou que não pensa em aposentadoria, revelou não ser tão solitário como as pessoas imaginam e disse que o longa sobre a sua história está para sair. 

“O elenco ainda não foi escolhido, mas o filme está contando a minha vida direitinho, até coisas que nunca falei”.

Confira os principais trechos do bate-papo com os jornalistas.  

VOCÊ PRETENDE SE CASAR DE NOVO COMO FEZ ERASMO CARLOS? (ERASMO SE CASOU NO CIVIL HÁ POUCO MAIS DE UM ANO, DEPOIS DE NOVE ANOS DE RELAÇÃO COM A PEDAGOGA FERNANDA PASSOS, DE 29 ANOS) 
Não estou pensando em me casar, não, pelo menos não no momento. O futuro é daqui a pouco.

COMO ENXERGA A SUPREMACIA FEMININA NO BRASIL E COMO LIDA COM ISSO? 
Vejo com a maior tranquilidade porque me dou muito bem com as mulheres. Não tenho medo algum do poder das mulheres, muito pelo contrário. Ficaria contente e me daria muito bem com as mulheres no poder. Elas são maravilhosas e podem fazer tudo aquilo que os homens fazem.

O PROJETO EMOÇÕES EM ALTO MAR COMPLETOU 16 ANOS EM 2020. ALGO INESQUECÍVEL ACONTECEU DURANTE TODO ESSE PERÍODO? 
Todos os anos têm sido especiais e acontecido coisas boas sempre, tanto que é complicado selecionar.

PASSAMOS POR ALGUMAS MUDANÇAS POLÍTICAS E A ÁREA DE CULTURA TAMBÉM. RECENTEMENTE, A ATRIZ REGINA DUARTE ASSUMIU A SECRETARIA DE CULTURA. CASO FOSSE CONVIDADO PARA O CARGO, VOCÊ ACEITARIA A EMPREITADA? 
Não, não aceitaria um cargo desses, porque preciso compor e cantar. Acho a Regina maravilhosa, sou fã dela desde sempre e, por tudo o que ela tem feito na carreira, com talento, honestidade principalmente, acho que ela fará um bom papel nisso também.

PENSA EM COMPOR ALGUMA MÚSICA PARA SUA NETA, LAURA? 
Essas coisas acontecem naturalmente. Toda vez que vejo a Laura, sinto vontade de fazer alguma coisa para ela, isso é imprevisível. Sobre novidades musicais, tenho muito planos para este ano, inclusive um que vou revelar aqui em primeira mão: um dueto com a Liah Soares, uma compositora maravilhosa. A música não é minha, a composição é dela, e estou muito contente com isso. Tudo indica que essa canção estará na próxima novela das 9. E também estou gravando em italiano.

TODO ANO VOCÊ FALA QUE VAI LANÇAR BIOGRAFIA E UM FILME, MAS ATÉ HOJE NADA... 
O livro eu não sei, não, mas o filme está para sair realmente. Já contei toda a minha história para a autora Gloria Perez. O elenco ainda não foi escolhido, mas o filme está contando a minha vida direitinho, até coisas que nunca falei, que evito. Ele é muito verdadeiro.

QUE TIPO DE MULHER ATRAI O SEU OLHAR? 
Isso é muito relativo. Às vezes, a gente se impressiona pelos olhos, pela boca, de frente, de costas, pelo cabelo [risos]... Mas a gente conhece uma pessoa pelo que ela fala e faz. Acho que a mulher ideal é aquela que a gente ama independentemente do tipo físico dela.

EM SUA AUTOAVALIAÇÃO, POR QUE ATRAI TANTO AS MULHERES? 
Não sou a pessoa certa para responder a isso [risos]. Sou o que sou, entende? E se isso agrada, maravilha. Na música Esse Cara Sou Eu reflete o que eu poderia ser, não exatamente o que sou. Quem sabe um dia eu seja o cara da música?

COMO RECEBEU O TÍTULO DE REI? 
Começaram a me chamar de Rei da juventude por causa da Jovem Guarda. E eu ficava muito sem graça quando me chamavam assim. Caso eu respondesse, pensariam que eu tinha aceitado o título. Então, eu não sabia o que fazer. Isso foi crescendo e as pessoas cada vez mais me chamando de Rei. Sinceramente, não me sinto Rei, sou um cantor, compositor, gosto daquilo que faço, mas aceito isso como um tratamento carinhoso, é uma coisa de amor. Rei mesmo é o Pelé.

PENSA EM APOSENTADORIA? 
Não penso nisso, não. Enquanto eu puder, estarei cantando.

O QUE TEM ACHADO DO GOVERNO DO PRESIDENTE BOLSONARO? 
Acho que o presidente Bolsonaro é muito bem intencionado, mas que tem tido muita dificuldade com todos os que estão à sua volta. Tem dificuldades para realizar os planos dele e o que ele prometeu fazer. Torço pelo Brasil e, torcendo pelo Brasil, torço para ele fazer tudo o que falou que faria.

QUAIS SÃO SUAS DICAS DE BELEZA? 
Procuro levar uma vida sadia. Não tenho hora para dormir nem comer [risos]. Evito carboidratos. Como pouco, mas de forma saudável. Faço uma musculaçãozinha, para não ficar barrigudinho, mas não tenho uma vida tão regrada.

VOCÊ JÁ ESTÁ FAMILIARIZADO COM AS REDES SOCIAIS? 
Não sou muito craque nesse negócio, não, mas tenho tentado. Já entendo um pouco mais do meu telefone e entro nas redes sociais para saber o que está acontecendo.

COMO VÊ A RENOVAÇÃO DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA? 
A música brasileira não tem muito de novo, ela continua seguindo em frente.

E O DUETO COM ANDREA BOCCELLI... 
Nós gravamos faz um tempo, mas nunca lançamos. Inclusive, eu estava ouvindo outro dia e pensei: “essa música é boa”. Então, mandei a proposta para a equipe dele e aceitaram lançar. A música já tinha sido lançada só com o Boccelli cantando. Tinha um limite para eu entregar o disco e prazo é um negócio sério para mim. Eram dez dias e eu pedi dois meses, porque precisava analisar, gravar mais vezes até chegar ao ponto que eu gostaria, principalmente por cantar ao lado dele, o que me causou uma responsabilidade muito grande. Como demorei, ele lançou sem mim.

QUEM FOI O AMOR MAIS COMPLICADO E O MAIS SIMPLES PARA VOCÊ? 
Essa história não é minha, é do Frank Sinatra. Eu sei, mas é melhor não falar [risos].

O QUE TEM OUVIDO ULTIMAMENTE? 
Tudo! Mas gosto mais de MPB, jazz e música romântica. Às vezes, alguma música clássica também. Gosto de tudo porque acho que estou sempre aprendendo.

COMO FAZ PARA SE REINVENTAR A CADA ANO? 
Eu vivo realmente pensando naquilo que farei e observando tudo à minha frente, porque tudo pode se tornar uma canção e a minha musa principal é a vida. Às vezes, uma pessoa me diz uma frase e eu componho algo em cima daquilo. Estou sempre muito atento, digo que não durmo porque estou sempre atento a essas coisas e costumo cantar as coisas boas da vida.

SENTE FALTA DE VIVER UM GRANDE AMOR? 
Eu tenho sabido conviver, não digo com a solidão porque não tenho sido tão solitário, mas estou levando bem as coisas. Não estou me maltratando, não.

A ATRIZ VERA FISCHER VEIO AO SEU SHOW PELA PRIMEIRA VEZ. O QUE ELA FALOU NO SEU OUVIDO? TERIA UM AFFAIR COM A VERA FISCHER? 
Ela não me falou nada que satisfaça a sua curiosidade. A Vera disse que gostou bastante do show e que foi um prazer estar aqui, coisas muito simples, desse tipo. Vera é muito simpática, além de linda, e foi muito bom conhecê-la pessoalmente.