AnaMaria
Últimas Notícias / Diz ser maldição

Ronaldo Ésper afirma que é um ex-gay por conta de sua atual fé

O estilista comentou também que ''o período militar foi maravilhoso''

Da Redação Publicado em 20/12/2018, às 12h17 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h46

O estilista explicou que isso pode ter influência de sua atual religião - Reprodução/Instagram
O estilista explicou que isso pode ter influência de sua atual religião - Reprodução/Instagram

Ronaldo Ésper revelou ao programa de rádio “Pânico”, na última quarta-feira (19), que não se considera mais homossexual. O estilista explicou que isso pode ter influência da religião. Há cinco anos, ele frequenta a Igreja Universal do Reino de Deus.

Âncora do programa, Emílio Surita, questionou Ésper sobre como isso era possível. Segundo o estilista, tudo teria sido fruto de uma possível maldição que sofreu de uma tia enquanto estava se afogando na infância.

“Ela me jogou na piscina e eu estava me afogando. Ela não gostava de mim, já era homofóbica desde sempre”, explicou.

O estilista reforçou ainda que nunca gostou de ser homossexual, o que chamou de "maldição". “Eu não gostava disso, gostava da farra”, explicou.  “Minha homossexualidade era artística.”


Ele comentou sobre o motivo de ter mudado: “Fui conversando sobre a obediência e percebendo que ou você segue o que está escrito na bíblia ou então você não está seguindo a fé”.

Além disso, Ronaldo fez uma declaração polêmica sobre a ditadura militar. “Só apanhava quem era contra. A juventude acha que foi um terror, mas não foi um terror”, disse.