AnaMaria

''Se Jesus voltasse, seria gay, travesti e mulher'', diz Fábio Porchat ao vencer prêmio por filme

O roteirista foi premiado pelo filme ‘A Primeira Tentação de Cristo’, da Netflix

Da Redação Publicado em 07/11/2020, às 19h21

O humorista e produtor Fábio Porchat - Globo/Juliana Coutinho
O humorista e produtor Fábio Porchat - Globo/Juliana Coutinho

Fábio Porchat voltou a causar polêmica durante uma conferência na qual a Associação Brasileira de Autores Roteiristas premiou o filme ‘A Primeira Tentação de Cristo’, da Netflix, na última sexta-feira (6). 

No discurso, ele relembrou quando o estúdio do ‘Porta dos Fundos’ foi atacado, em 2019, por conta da produção de Natal que ironizava Jesus Cristo. 

"No Porta dos Fundos, a gente não vê polêmica nesse especial. Ser gay não é um problema, não é uma falha, não é uma questão de caráter. Ser gay é uma característica, então, ser gay não depõe contra Jesus, ao contrário", começou ele.

E acrescentou: "Tenho certeza de que, se Jesus voltasse, e tenho certeza de que já tentou, ele teria voltado gay, travesti, mulher, preta e teria morrido em três dias e não em 33 anos". 

Porchat contou ainda que lançará mais especial para o fim deste ano, intitulado ‘Teocracia em Vertigem’. O filme será uma parodia do documentário brasileiro ‘Democracia em Vertigem’, que narrou o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rouseff.