AnaMaria

Stênio Garcia fala sobre saída da Globo: ''Não era mais chamado para trabalhar''

O ator esteve na emissora por quase 50 anos

Da Redação Publicado em 14/06/2020, às 10h48 - Atualizado em 25/06/2020, às 23h14

Stênio Garcia abriu o jogo sobre sua saída da Globo - Instagram/ @steniogarciaoficial
Stênio Garcia abriu o jogo sobre sua saída da Globo - Instagram/ @steniogarciaoficial

Stênio Garcia foi surpreendido ao ser desligado da TV Globo, em março deste ano. 

Após quase 50 anos de trabalho na emissora, o ator abriu o jogo sobre o assunto em entrevista publicada na manhã deste domingo (14) pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

"Eu fiquei sem chão. Nunca tive problemas com a emissora e considerava a Globo como a minha casa. Na verdade, ainda considero muito a emissora, onde trabalhei bastante. Eu saía de um trabalho e entrava no outro e isso quando não fazia dois ao mesmo tempo", contou.

No bate-papo, o veterano revelou que já não era chamado para novos projetos há cerca de sete anos.

"Tenho muito amor, respeito e gratidão pela Globo. Mas, desde 2013, eu não era mais chamado para trabalhar", disse.

Stênio contou que contratado pelo regime CLT e que, por este motivo, nunca teve um dos salários mais altos da emissora.

"Eu era funcionário e eu estava sempre à disposição. Fazia parte de um elenco e eu não tinha que ficar correndo atrás de um autor ou de um diretor. Isso eu não fiz e não iria fazer. Sinceramente, eu não sei por que não me chamaram durante sete anos. Passou. Mas eu sempre fui escalado", garantiu.