AnaMaria

Stênio Garcia faz desabafo após demissão da Globo: ''Vou atrás dos meus direitos''

Mesmo com um papel definido, o ator de 88 anos foi dispensado pela emissora

Da Redação Publicado em 31/03/2020, às 12h13 - Atualizado às 12h28

O ator trabalhou no canal por 40 anos - TV Globo/Raphael Dias
O ator trabalhou no canal por 40 anos - TV Globo/Raphael Dias

Stênio Garcia não faz mais parte do time de atores da Rede Globo. Em um áudio gravado, exibido na última segunda-feira (30) no programa 'A Tarde É Sua', da RedeTV!, o ator fez um desabafo sobre o ocorrido. 

“Estou bem e saudável. Nesse momento é muito importante que você esteja saudável por causa de todas as coisas que estão acontecendo. Então, não me queixo de nada", iniciou a declaração.

Sobre a burocracia, o ator de 88 anos garantiu que irá resolver na Justiça. "Quanto a rescisão, vou atrás dos meus direitos e acho que vou ser atendido. Não tenho nenhum posicionamento contra nada, fico aguardando”, declarou.

De acordo com o vespertino comandado por Sonia Abrão, o ator moverá duas ações contra a Globo, que consistem em assédio moral e ressarcimento de parte dos salários.

Nesta terça-feira (31), o ator receberá o seu último salário da emissora. A partir de agora, ele passa a viver com a aposentadoria. De acordo com Marilene, esposa de Stênio, o valor é algo entre R$ 5.000 e R$ 5.500. 

PASSOU MAL

De acordo com Marilene Saade, em entrevista ao 'Notícias da TV' divulgada nesta terça-feira (31), o artista está em estado de choque com a demissão.

"Outro dia ele teve pressão alta e na segunda vomitou. Sabe quando a pessoa fica aérea? Ele diz que está confuso", revelou. Ela ainda disse que Stênio recebeu três visitas médicas em sua casa, no Rio de Janeiro, desde o início do mês, quando foi avisado sobre sua contratação com a emissora.

O contrato do ator mudaria de CLT, isto é, pessoa física com carteira assinada, para um contrato por obra. Ele, inclusive, chegou a ser escalado para a próxima novela de Glória Perez, que tentou salvar sua situação no prazo estabelecido pela emissora carioca. No entanto, em razão da pandemia do coronavírus, a Rede Globo optou por uma rescisão. 

"Ele está muito abalado e não está falando mais nesse assunto", afirmou.