AnaMaria

Terceiro filho de Patricia Abravanel nasce e ganha nome do avô, Senor

Herdeira de Silvio Santos deu à luz no último domingo (14)

Da Redação Publicado em 16/04/2019, às 08h04 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h47

Patricia Abravanel deu a luz ao ser terceiro filho, fruto do relacionamento com Fabio Faria - Reprodução/Instagram
Patricia Abravanel deu a luz ao ser terceiro filho, fruto do relacionamento com Fabio Faria - Reprodução/Instagram

Patricia Abravanel deu a luz a Senor, seu terceiro filho, fruto do casamento com Fabio Faria, em São Paulo (SP), no domingo (14). O nome da criança é uma homenagem a Silvio Santos, cujo nome original é Senor. 

"Meu filho amado, você chegou!! Filho, depois de pensar e orar muito, finalmente decidimos que seu nome seria uma homenagem ao seu avô Senor, um homem forte e corajoso, abençoado por Deus e que sempre escolheu pelo bom caminho da vida. Todos o conhecem como Sílvio Santos, mas seu nome verdadeiro é Senor Abravanel", escreveu a apresentadora na legenda da foto do parto, em que conta a novidade aos seguidores.

O deputado federal e esposo de Patricia, Fabio Faria, também compartilhou a emoção em suas redes sociais. "Quando a gente menos espera, vem a vida e abre mais uma gaveta cheia de amor que a gente achava que não existia e nos entrega uma vida pra cuidar, pra ensinar, pra proteger... Como isso é louco!! Como dá medo e ao mesmo tempo é tão poderoso. Quero agradecer a Deus por tudo isso! Estamos construindo uma família tão linda, tão feliz e que agora chegou mais um pra fechar esse time de pitocos!"

Senor vaio ao mundo por meio de uma cesareana, com 47cm e 3,335kg. Ele é irmão de Pedro, de 4 anos, e Jane, de 1. 

O NOME

Vindos da Grécia, Rebecca e Alberto Abravanel, pais de Silvio, tinham a ideia de batizá-lo como Dom Isaac. No cartório, o escrivão informou que Dom, no Brasil, não seria um nome próprio. O pai de Silvio, então, propôs "Señor Isaac". O oficial topou registrar como "Senor". Entretanto, sua mãe, ao tomar conhecimento, não gostou. Assim, decidiu que o chamaria de "Silvio". 

O sobrenome Santos só foi adotado artisticamente, quando o apresentador passou a trabalhar em rádio na década de 1940.