AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

TSE emitiu título de eleitor para 850 mil jovens até 21 de março

Jovens entre 15 e 18 anos podem tirar o 1º título e votar em outubro

Por Agência Brasil - Brasília Publicado em 29/03/2022, às 13h44

TSE emitiu título de eleitor para 850 mil jovens até 21 de março - Marcello Casal Jr./Agência Brasil
TSE emitiu título de eleitor para 850 mil jovens até 21 de março - Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O número de jovens entre 15 e 18 anos que tiraram o primeiro título de eleitor até 21 de março foi de 854.685, informou hoje (29) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo para emitir o documento e estar apto a votar nas eleições de outubro segue até 4 de maio. O procedimento pode ser feito inteiramente online.

As novas emissões ocorrem em meio a uma campanha de mobilização promovida pela Justiça Eleitoral nas redes sociais, que contou com a adesão de diversas personalidades, incluindo artistas nacionais como Anitta, Zeca Pagodinho, Whindersson Nunes, Juliette e também internacionais, como o ator norte-americano Mark Ruffalo.

A mobilização ocorreu após a Justiça Eleitoral identificar o menor nível de participação de adolescentes no processo eleitoral dos últimos 30 anos. De acordo com as estatísticas oficias, até janeiro deste ano o TSE registrava, no total, pouco mais de 730 mil títulos emitidos para jovens de 15 a 17 anos de idade, cujo voto é facultativo.

O menor nível de participação de adolescentes já registrado ocorreu nas eleições municipais de 2020, quando a emissão do título de eleitor caiu drasticamente para essa faixa etária e apenas 992 mil jovens tinham o documento no dia da votação. Quatro anos antes, em 2016, o número era de 2,3 milhões.

Na última eleição presidencial, em 2018, 1,4 milhão de jovens entre 15 e 17 anos tinham o título, menor nível para as eleições gerais desde 1992, quando mais de 3,2 milhões de jovens estiveram aptos a votar.

APELO!

Até mesmo o ator Mark Ruffalo, o intérprete do personagem Hulk da Marvel, resolveu conscientizar os jovens brasileiros sobre a importância de votar nas eleições presidenciais do Brasil em 2022. Isso porque na última quinta-feira (24), o americano seguiu o exemplo da cantora Anitta e fez um apelo aos adolescentes para tirarem o título de eleitor e votarem contra Jair Bolsonaro (PL). 

"Em 2020, os americanos só derrotaram Donald Trump porque os eleitores recordes usaram seus direitos democráticos, especialmente os jovens. Para derrotar Bolsonaro, brasileiros de 16 e 17 anos, devem se registrar para votar nas próximas eleições. Eles têm até 4 de maio para fazer isso", escreveu Mark no Twitter.

O ator ainda compartilhou a publicação de Anitta, que ressaltou que jovens que farão 16 ou 17 anos até 2 de outubro podem tirar o documento online e sem a necessidade de biometria. Essa faixa etária não é obrigada a votar, mas já podem exercer o direito. 

Vale ressaltar que o procedimento pode ser realizado pela internet, por meio do Título Net, no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). É necessário anexar documento oficial com foto, comprovante de residência, comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral e comprovante de quitação do serviço militar.

"Para evitar contratempos, é importante solicitar a primeira via ou regularizar o título o quanto antes, pois nos últimos dias do prazo a procura pelo serviço é alta", afirma o TSE.

Além de Anitta e Mark Ruffalo, outros famosos também incentivaram jovens a emitirem o título de eleitor, tais como Luísa SonzaJulietteFelipe Neto e Bruna Marquezine.

{# Taboola Newsroom #}