AnaMaria
Últimas Notícias / Paternidade

''Última vez que encontrei meu pai eu tinha 16 anos'', diz Alexandre Mortagua sobre Edmundo

Cineasta Alexandre Mortagua falou sobre relação com o pai, o ex-jogador Edmundo

Da Redação Publicado em 16/10/2019, às 08h25 - Atualizado às 09h24

Alexandre Mortagua é cineasta e filho do ex-jogador de futebol Edmundo - Acervo pessoal
Alexandre Mortagua é cineasta e filho do ex-jogador de futebol Edmundo - Acervo pessoal

O cineasta Alexandre Mortagua, 24, resolveu falar sobre a ausência do pai, o ex-jogador de futebol Edmundo, em sua vida. No programa 'Luciana By Night', da Rede TV!, na noite de terça-feira (15), Alexandre ressaltou a falta de presença paterna. 

"Última vez que encontrei meu pai eu tinha 16 anos e foi pela decisão de um juiz. Quando você lembra de uma pessoa que você gosta, você pensa na sua mãe, por exemplo, vem um cheiro, uma frase engraçada, uma comida gostosa. Dele não me vem nada”, disse. 

Ele ainda destacou as sessões de terapia que faz desde os três anos e que o ajudaram a não guardar mágoas. “Não sinto nada de ruim [por ele], de verdade", ressaltou. 

Ao ser questionado por Luciana sobre como lidava com o 'Dia Dos Pais' na escola, o cineasta disse que é contra esse tipo de comemoração e que era uma situação ruim para ele e a mãe. 

“Coisa de escola é sempre muito brega (risos). Só lembro de ver o rosto da minha mãe no meio de um mar de homens. A situação era ruim para nós dois, mas tivemos muita cumplicidade”, revelou. 

Alexandre é filho de Edmundo com a modelo Cristina Mortagua. 

ABORTO

Recentemente, Alexandre Mortagua lançou o filme 'Todos Nós 5 milhões', que retrata a realidade brasileira de pessoas abandonadas pelos pais. A produção busca tratar do papel do homem na sociedade. 

O cineasta ainda comentou os limites do poder masculino de fala, destacando o aborto: “Eles deveriam discutir sobre o abandono, não sobre o aborto. Homem não engravida. Se engravidasse, daria para fazer aborto em caixa eletrônico. Poderia abortar em qualquer lugar.”