AnaMaria

Zeca Camargo usa redes sociais para comentar sobre consequências do Covid-19

Zeca Camargo se pronuncia sobre Covid-19 e opina: ''Única saída é nos proteger''

Da Redação Publicado em 12/03/2020, às 18h37 - Atualizado às 18h37

Zeca Camargo fala sobre coronavírus nas redes sociais - Instagram/ @zecacamargomundo
Zeca Camargo fala sobre coronavírus nas redes sociais - Instagram/ @zecacamargomundo

Zeca Camargo tem usado suas redes sociais para falar sobre o Covid-19, também conhecido como coronavírus, e alertar seus seguidores.

O jornalista voltou a comentar sobre a doença em seu perfil do Instagram, nesta quinta-feira (12), e falou um pouco sobre os lugares que já visitou.

“Não tem. Não tem pra onde correr. Das falésias de Beberibe (Ceará) aos campos de gelo de Alta, na Noruega; da ilha de Española em Galápagos ao Amhara Park na Etiópia; da igreja tão tranquila numa manhã em Porto Seguro (Bahia) à costa norte de Madagascar; do Ganges ainda cristalino em Haridwar (Índia) ao Mar Morto do lado de Israel; das piscinas naturais dos Lençóis Maranhense à escultura de Yayoi Kusama em Naoshima, no Japão”, iniciou na legenda da publicação.

Usando algumas selfies, o famoso comentou sobre a falta de abrigo por todo o Brasil.”Todos estes são lugares que já estive sozinho e separei neste álbum que compartilho com você agora. (A ordem dos lugares é exatamente a do texto acima). Santuários naturais, é claro. Não mais, no entanto, abrigos infalíveis para a pandemia do coronavírus que estamos atravessando”, disse.

O profissional aproveitou para dar sua opinião sobre a maneira que os países afetados estão sendo governados.

“Enquanto insanos como o presidente americano estimulam as pessoas doentes a irem trabalhar e participar de comícios, essas grandes aglomerações humanas, governos sensatos (e desesperados) como o da Itália mostram coragem para tomar medidas drásticas para proteger seu povo”, opinou.

Sem deixar de mencionar a situação brasileira, o apresentador do ‘É de Casa’ abriu o coração.

“ Tristemente, não temos alguém com responsabilidade para nos guiar entre a linha fina que dividir a disseminação do pânico da informação clara que, de fato, esclarece toda uma população. Na ausência dessa figura forte, só nos resta focar na nossa solitude, organizar nosso lugar no espaço íntimo, familiar e na sociedade. Agir com aquela característica tão humana que hoje parece nos faltar: a sensatez”, relatou.

Camargo finalizou mandando um recado para os internautas: “A única saída é nos proteger. Porque você pode até colar uma fake news num factoide fácil de ser distorcido. Mas você não consegue fazer um vírus, por natureza, tão indiferente à nossa ignorância, virar fake news. Nem com toda a fantasia do mundo. Esse mundo que, como (reforço) mostro nessas fotos, está aqui pra nos receber com sua beleza e seu esplendor. Apesar de tudo”.