AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Filha de Paulo Cupertino está aliviada com prisão do pai: “Desejo que pague”

Namorada de ator assassinado ressalta que não deseja manter contato com o pai

Da Redação Publicado em 17/05/2022, às 15h21

Filha de Paulo Cupertino falou sobre prisão do pai e como viveu nos últimos 3 anos - Reprodução/Instagram
Filha de Paulo Cupertino falou sobre prisão do pai e como viveu nos últimos 3 anos - Reprodução/Instagram

Isabela Tibcherani, filha de Paulo Cupertino, declarou estar aliviada pela prisão do pai nesta terça-feira (17). Um dia após a prisão dele pelo assassinato de seu então namorado, Rafael Miguel, além dos pais do rapaz, ela afirmou que não quer manter contato com o genitor.

Na época do crime, Isabela tinha 18 anos e presenciou os assassinatos. Segundo a jovem, reviver essa situação não é fácil: “É uma notícia que minimamente alivia, mas não resolve muita coisa. É muito bom saber que ele foi preso. Desejo que ele pague pelo que ele fez".

Isabela contou que o momento é particularmente difícil porque sempre tentou se desvincular da repercussão negativa do caso, mas não obteve muito sucesso, principalmente no mercado de trabalho, no qual as empresas preferem um "distanciamento".

RECONSTRUÇÃO

Após Paulo Cupertino ter afirmado que a filha está mais feliz agora do que quando namorava o rapaz, Tibcherani disse: "Me revolta ele dizer que eu estou mais feliz, porque eu não estou. Eu me reconstruí, amadureci, mudei tanto física quanto mentalmente, mas felicidade é um termo que ainda não conheço de fato".

Em relação a Rafael Miguel e seus pais, Isabela se lembra deles com afeto e diz que aprendeu a lidar com a dor. “Tem uma hora que a gente não tem mais o que fazer, você tem que seguir com a vida e eu segui com a minha, mas lembrando dele sempre com muito carinho e muito amor. E dos pais também", comentou.

A PRISÃO

Após quase três anos, o assassinato do ator Rafael Miguel e sua família teve uma resposta. O réu Paulo Cupertino Matias, responsável pelo crime, foi preso nesta segunda-feira (16) em São Paulo.

A prisão foi feita por policiais da 6ª Seccional, encaminhando o homem para o 98º Distrito Policial, na Zona Sul de São Paulo. Segundo o delegado da seccional, a equipe recebeu uma pista de que Cupertino estaria na capital paulista e, ao chegarem ao local, confirmaram a informação.

De acordo com o Ministério Público, o crime aconteceu porque o homem não aceitava o namoro de sua filha, Isabela Tibcherani, com Rafael Miguel. O assassinato foi cometido na frente da casa em que a menina morava na época, na Zona Sul de São Paulo. Cupertino disparou 13 vezes no ator, que tinha 22 anos, e em seus pais, João Alcisio Miguel e Miriam Selma Miguel.

Segundo o portal G1, após o crime, que aconteceu em 9 de junho de 2019, o assassino de Rafael Miguel foi incluído na Difusão Vermelha da Interpol, sendo o primeiro nome na lista dos criminosos mais perigosos e procurados de São Paulo.

Cupertino é acusado de triplo homicídio duplamente qualificado, ou seja, quando o responsável tem a intenção de matar. De acordo com os policiais, foram verificados mais de 300 esconderijos antes de encontrarem o empresário, que estava foragido desde o crime.

Além disso, segundo o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo, o criminoso contou com a ajuda direta de pelo menos quatro amigos, que já estão sendo investigados.

Assassino Rafael Miguel
Paulo Cupertino Matias. Foto/Divulgação Polícia Civil

{# Taboola Newsroom #}