AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

Salada no pote é opção prática e que dá lucro

Para quem tem uma vida corrida, mas não abre mão de escolhas saudáveis, a moda é excelente pedida – e, de quebra, pode render um extra!

Karla Precioso Publicado em 28/10/2016, às 10h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h45

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Salada no pote é opção prática e que dá lucro - Divulgação/Shutterstock
Salada no pote é opção prática e que dá lucro - Divulgação/Shutterstock
Apostar em combinações de verduras, legumes, grãos e outros ingredientes em potes de vidro é o hit do momento. Afinal, as vantagens de armazenar a comida assim vão muito além da praticidade. Segundo a chef Ivy Oliveira, da Cozinha Experimental
Coqueiro, o pote ajuda a controlar a porção (nenhuma dieta vai por água abaixo!), conserva a comida por mais tempo (impede o contato do alimento com o ambiente externo) e, ao contrário de outros recipientes, não pega cheiro. “Dá para preparar várias porções de uma só vez e deixá-las na geladeira por até cinco dias Ótimo jeito de garantir um almoço rápido, leve e gostoso para quem vive na correria”, garante a especialista. E, caso decida fazer e vender, você ainda fatura uma grana! Aprenda em qual ordem colocar os alimentos no vidro – fundamental segui-la – e se dê bem!


O potinho e suas vantagens
◗ A salada ficará fresca por mais tempo. Prepare com antecedência e guarde na geladeira por até cinco dias (o vidro fechado mantém
o frescor e as propriedades dos alimentos).

◗ O vidro é livre de BPA (ou bisfenol-A), composto utilizado na produção de plásticos e resinas, que é prejudicial à saúde.

◗ Reutilizável, permite o uso inúmeras vezes.


A higienização é fundamental
Esterilize o pote com água fervente toda vez que utilizá-lo. Os alimentos também devem ser bem lavados e colocados secos nas embalagens (use centrífuga de salada ou seque com papel-toalha).


Aposte no delivery e ganhe $$
Vender comida no pote pode render um bom dinheiro... Cada vez mais as pessoas se preocupam em alimentar-se bem, mas a maioria tem pouco tempo para preparar as refeições em casa. “Alimentação saudável é tendência nas classes A e B, pois esse público já está estabelecido financeiramente e busca melhorar outras áreas da vida, como a saúde”, afirma Marcelo de Oliveira
Paiva, do curso de Gestão Comercial e Gastronomia do Senac, que vê uma ótima oportunidade nesse tipo de empreitada.


INVESTIMENTO
O negócio não exige infraestrutura elaborada. Você precisa de geladeira e utensílios básicos de cozinha, como escorredor de alimentos, ralador e faca. Além de potes de vidro, é claro!


ONDE VENDER
Comercialize em locais frequentados por pessoas financeiramente estáveis. Marcelo Paiva sugere procurar diretores e professores de escolas, funcionários de bancos e de grandes empresas. No início, entregue você mesma. Coloque as saladas em uma caixa térmica e vá de carro, moto ou bicicleta. Em locais próximos, faça a entrega a pé mesmo.


QUANTO COBRAR
O Sebrae sugere o seguinte cálculo: valor gasto com os ingredientes + 30% desse valor (referente a água, luz, consumo de energia
da geladeira). Depois, multiplique por três.


O passo a passo
Os ingredientes precisam ser colocados em camadas, que seguem uma ordem específica:


A gente começa pelo molho. Na base, ele se mistura às folhas e outros ingredientes. Na hora de servir, é só virar o pote de cabeça para baixo num prato.



Agora é a vez dos itens mais pesados, como massas, ovo e cenoura cozidos, palmito, azeitona, grão-de-bico e frutas, como manga e pera.



Em seguida, coloque os ingredientes mais leves, como tomates-cereja, grãos pequenos e sementes (milho, linhaça, gergelim, chia, amêndoas...)



É hora das folhas e outros complementos que você não quer que tenham contato com o molho (frango desfiado, carne-seca, atum)



Para inovar no almoço fora de casa


Salada de macarrão integral e sardinha
Rende 2 porções

Ingredientes
4 colheres (sopa) de azeite
1 colher (chá) de orégano
1 pitada de sal
1 lata de sardinha limão COQUEIRO®
1 xícara (chá) de macarrão integral parafuso cozido
6 tomates-cereja cortados em rodelas finas
4 mussarelas de búfala cortadas em rodelas finas
Folhas de rúcula a gosto

Modo de preparo
Misture o azeite, o orégano e o sal. Reserve. Abra a lata de sardinha (reserve o líquido) e retire as espinhas. Corte-as em pedaços e
reserve. Em dois potes de vidro, divida o molho de azeite e orégano. Coloque sobre o molho o macarrão, o tomate, a mussarela, a sardinha e o molho reservado. Finalize com as folhas de rúcula e tampe.




Salada de atum com quinoa
Rende 2 porções

Ingredientes
3 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de suco de limão-siciliano
1 colher (sopa) de molho de mostarda
1 colher (chá) de gengibre fresco ralado
1 colher (chá) de raspas de limão-siciliano
½ colher (chá) de sal
½ xícara (chá) de quinoa cozida
½ xícara (chá) de cenoura cozida em cubos pequenos
3 vagens cozidas cortadas em pedaços
1 pera cortada em cubos pequenos
1 lata de atum sólido em água COQUEIRO®
2 tomates-cereja cortados em rodelas
1 xícara (chá) de folhas verdes rasgadas
1 colher (sopa) de gergelim preto

Modo de preparo
Misture o azeite, o suco de limão, a mostarda, o gengibre, as raspas e o sal. Reserve. Misture a quinoa, a cenoura, a vagem e o gergelim. Reserve também. Distribua o molho no fundo de dois potes de vidro. Coloque sobre ele a pera e cubra com os pedaços de atum e os tomatinhos. Distribua a salada de quinoa reservada e finalize com as folhas verdes e o gergelim. Tampe e conserve na geladeira.




Salada de atum, feijão-branco e brócolis com molho de manjericão
Rende 2 porções

Ingredientes
6 colheres (sopa) de azeite
½ xícara (chá) de folhas de manjericão
2 dentes de alho
½ colher (chá) de sal
1 embalagem de feijão-branco CAMIL® pronto (247 g)
1 xícara (chá) de brócolis cozido
1 lata de atum sólido em óleo COQUEIRO® (escorrido)
1 xícara (chá) de repolho roxo cortado em fatias finas
2 colheres (sopa) de passas sem sementes
2 colheres (sopa) de castanha de caju
1 xícara (chá) de folhas verdes rasgadas

Modo de preparo
No liquidificador, bata o azeite, o manjericão, o alho e o sal até obter um molho homogêneo. Divida em dois potes. Distribua sobre o molho o feijão, os brócolis, o atum, o repolho, as passas, a castanha e as folhas verdes diversas. Tampe e leve à geladeira.



Estas saladas duram bastante na geladeira e podem ser levadas na bolsa numa boa! 

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!