Você no azul: Autônomas X aposentadoria

Fundamental que você tenha bastante controle e disciplina – tanto para se planejar para a sua aposentadoria quanto para o seu dia a dia

Marcela Kawauti

Você no azul: Autônomas X aposentadoria | <i>Crédito: Shutterstock
Você no azul: Autônomas X aposentadoria | Crédito: Shutterstock
"Trabalho como autônoma. Quais as suas dicas para eu me preparar para a aposentadoria?”

S.M., por e-mail


Como a sua renda provavelmente varia entre um mês e o outro, a organização das suas finanças é fundamental. Fundamental que você tenha bastante controle e disciplina – tanto para se planejar para a sua aposentadoria quanto para o seu dia a dia. No seu planejamento financeiro, você deve ter um grupo dos chamados gastos fixos (por exemplo: água, luz, telefone, aluguel e supermercado). Ou seja, aqueles dos quais você não pode fugir. Pois bem: a economia para a sua aposentadoria deve ser encarada
como um desses gastos do qual você não abre mão. Recomendo estipular uma data e um valor a ser separado mensalmente e direcionado à sua aposentadoria. O ideal é colocar este gasto no mesmo dia que os demais – assim, não há perigo de você esquecer de guardá-lo. Levando em consideração que, como autônoma, é comum ter variações de renda – às vezes, bem grandes –, vale a pena fazer uma poupança nos meses em que entrar um dinheiro a mais. Será ótimo para cobrir aqueles em que você trabalhar menos. Resumo: na época do ano em que subir a demanda, nem pensar em gastar tudo o que ganha, mas, sim, em guardar o excedente. Assim, poderá ficar tranquila nos eventuais momentos de menor procura pelos seus serviços. Fator importantíssimo para que você, em um momento de baixa, não se sinta tentada a usar o seu dinheiro da aposentadoria para pagar contas do dia a dia.


Devo contribuir para o INSS?
Você pode. Benefícios:

◗ Garantir a aposentadoria por tempo de serviço (apesar de modesta, irá complementar a economia que você fizer).
◗ Direito a auxílio-doença e salário-maternidade. Neste caso, o foco não é o retorno da contribuição na aposentadoria, mas se resguardar para o caso de algum imprevisto desestabilizar suas finanças.



Tenha foco na hora de guardar dinheiro! 
É comum, ao ver a conta engordar, se animar e usar o dinheiro para viajar ou comprar um carro. Não pode. Se deseja realizar algum sonho de consumo de médio prazo, crie uma reserva de dinheiro especificamente para ele. A reserva financeira da aposentadoria deve ser encarada como absolutamente imexível.



Marcela Kawauti é formada em economia pela USP e tem mestrado da FGV. Com mais de dez anos de experiência, é economista-chefe do SPC Brasil e colaboradora do portal de Educação Financeira Meu Bolso Feliz.


Envie suas perguntas para Marcela Kawauti pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br


19/10/2016 - 10:00

Conecte-se

Revista Ana Maria