AnaMaria

Remédios genéricos são seguros

Esse tipo de medicação é confiável e mais barato

Ana Bardella Publicado em 09/12/2015, às 16h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

Remédios genéricos são seguros - Shutterstock
Remédios genéricos são seguros - Shutterstock
“Tenho receio de comprar genéricos. Eles são seguros?” 


Sim, você não precisa se preocupar. Hoje, existem três categorias de medicamentos: os de referência, os genéricos e os similares. Os de referência pertencem sempre ao primeiro laboratório a colocar o remédio no mercado. A legislação brasileira determina que a marca pioneira tem direito a comercializar o medicamento de maneira exclusiva por 20 anos. Passado esse período, a fórmula pode ser explorada por outros laboratórios. O primeiro a fazer isso pode registrar o medicamento como genérico – desde que seja vendido por um preço 35% menor do que o outro e que não tenha marca (ou seja, o nome dele é o do próprio princípio ativo). Para comprovar que a fórmula e os efeitos são realmente os mesmos do original, o laboratório precisa apresentar para a Anvisa resultados de vários estudos. Portanto, não há com o que se preocupar. As demais “cópias” desse mesmo medicamento, desenvolvidas a partir de então, passam a ser conhecidas como similares. São vendidas com um nome comercial e sem restrição quanto ao preço. 



Fonte: Marco Fiaschetti, farmacêutico e assessor da Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais



Envie suas perguntas aos nossos especialistas pelo e-mail anamaria@maisleitor.com.br