AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria

No ar em ‘Rei do Gado’, Oscar Magrini também faz sucesso como serial killer em novo filme

Em entrevista exclusiva, Oscar Magrini fala sobre seu mais novo papel no cinema

*Marcos Michalak, colunista de AnaMaria Digital/ Colaboração: Marina Borges Publicado em 09/02/2023, às 17h33

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Oscar Magrini interpreta serial killer em novo filme - Divulgação
Oscar Magrini interpreta serial killer em novo filme - Divulgação

No ar como o gigolô Ralf Tortelli, na reprise de ‘O Rei do Gado’ no ‘Vale a Pena Ver de Novo’, da Globo, Oscar Magrini vem fazendo sucesso. Mas engana-se quem pensa que o ator não está trabalhando em outras produções. Em entrevista exclusiva à AnaMaria Digital, ele fala sobre seu novo projeto — o filme ‘Operação Borboleta’ — e sobre seu personagem na trama — um serial killer — além de abordar os bastidores das gravações.

Além de Oscar Magrini, o longa-metragem de suspense nacional da Stairs Filmes tem Alexandre Borges e Henri Castelli no elenco. Com direção de Silvio Toledo, o filme conta a história do detetive Hélio (Henri Castelli), que se envolve em uma investigação após um serial killer (Oscar Magrini) mandar uma carta para o policial exigindo que ele fique à frente das investigações dos crimes cometidos em uma cidade do interior.

Ao ser questionado sobre as dificuldades de interpretar um personagem que é assassino em série, Oscar revelou que não sofreu tanto por ter muitas referências. “Foi muito bacana eu ter feito esse personagem, não tem grande segredo nem nada. É muito legal como eu aprendi e me aprofundei no personagem. Eu sou um ator muito intuitivo, tenho muita referência. Antes de ser ator, eu sou formado em educação física e tinha também uma locadora de vídeo. Sou um cinéfilo, vi muito filme, então eu tenho muita referência. Aprendo fácil, eu vejo fácil as coisas, sou curioso, então quando recebi o convite para fazer esse segundo filme do serial killer, eu falei: ‘Vamos embora, vou feliz’”, afirma.

Ainda sobre seu personagem, Oscar Magrini revela um pouco do que as pessoas podem esperar: “É um preso que as pessoas têm medo, têm respeito lá dentro, tanto os outros presos como os próprios policiais. Esse é um dado interessante, então o personagem não grita nem nada, ele é um observador, ele fala tudo, sabe aquele cara que já chega no ambiente, já mede tudo, já sabe o que tem, quantas coisas? Então é um cara muito observador”, aponta.

Por fim, o ator conta que adora fazer esse tipo de personagem. “Eu brinco assim: ‘Bonzinho eu já sou, eu adoro fazer vilão’. Falem bem ou falem mal, mas tá evidência, sabe? Isso que é bacana”, finaliza Oscar.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!