Maria Beltrão desabafa sobre morte de enfermeira que não conseguiu leito onde trabalhava

A técnica de enfermagem faleceu aos 63 anos, na tarde da última quinta-feira (16)

Da Redação Publicado sexta 17 abril, 2020

A técnica de enfermagem faleceu aos 63 anos, na tarde da última quinta-feira (16)
A jornalista não conseguiu segurar a emoção - GloboNews

A jornalista Maria Beltrão se emocionou, nesta sexta-feira (17), ao falar sobre a morte da técnica de enfermagem Anita Reis. A profissional estava na linha de frente do combante ao novo coronavírus (Covid-19), mas não conseguiu leito no hospital em que trabalhava e faleceu na última quinta-feira (16).

"Uma coisa é um dado, uma estatística. Já são trinta mortes de profissionais de enfermagem no país. Já são 4 mil afastados. Isso é dado. Muito me emocionou ver esta história hoje. Esta senhora, guerreira e aí acontece a realidade. Ela trabalhava num hospital e não conseguiu nem um leito pra ela naquele hospital", declarou ela, visivelmente emocionada. 

Para continuar, a apresentadora do 'Estúdio I', da GloboNews, explicou mais detalhes e desabafou sobre as dificuldades que o país enfrenta.

"Ela se sentiu mal, não tinha leito, foi hospitalizada em outro local, a família sem informação. Estamos falando de uma enfermeira, uma profissional. Imagine qual é o quadro real, não só para profissionais de saúde, mas para tantas pessoas acometidas. É uma doença nova, temos mais dúvidas do que informações", concluiu.

De acordo com o portal de notícias G1, a técnica de enfermagem trabalhava no hospital Ronaldo Gazolla, unidade de referência da Prefeitura do Rio no combate à doença, na Zona Norte.

Vale lembrar que o Estado do Rio de Janeiro chegou, até o momento, a 317 mortes confirmadas por coronavírus. 

Último acesso: 06 Aug 2020 - 20:51:05 (1107217).