AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Perca 5 kg com o menu da cesta básica

Afine em um mês com o regime que só inclui alimentos supernutritivos, baratinhos e mais do que habituais na mesa dos brasileiros

Redação Publicado em 01/10/2015, às 14h00 - Atualizado em 07/08/2019, às 17h44

DIETA CESTA BÁSICA - Shutterstock
DIETA CESTA BÁSICA - Shutterstock
Nada melhor do que enxugar a silhueta sem precisar gastar horrores com aqueles itens caríssimos que compõem a maioria das dietas! De olho nisso, descobrimos um método cujas sugestões de cardápio se baseam em ingredientes inspirados na cesta básica da família brasileira. Haja arroz, feijão, carne, leite, legumes, frutas... Ou seja, nada dos produtos diet, light e das comidas prontas que tanto pesam no bolso na hora de fazer regime. “A cada três horas o ideal é consumir carboidratos, lipídeos e proteínas, que fornecem energia para o corpo e saciam. Essa distribuição acelera o metabolismo e ajuda a queimar calorias”, explica a nutricionista especialista em reeducação alimentar Vanessa Mara Lodi, de Florianópolis. 


Reaproveitar para economizar

As sobras não podem ir para o lixo! Confira as dicas da nutricionista Ana Paula Souza: 

  • Bolinho de arroz faz sucesso e dá para prepará-lo no forno: misture o arroz cozido com espinafre e um ovo. Faça bolinhas e asse até que fiquem dourados.
  • Sobras de legumes picados ou ralados misturadas com cebola e alho cozidos e um pouco de farelo de aveia podem virar uma farofa pra lá de saudável.
  • O arroz de ontem se transforma num nutritivo arroz de forno. É só usar alimentos da estação, como cenoura, couve-flor e brócolis, e misturar com frango e molho de tomate. Intercale camadas de arroz e de molho e leve ao forno por 30 minutos.

Dinheiro no bolso
Opte por frutas e legumes da estação. Eles estarão bonitos, gostosos e nutritivos, além de bem mais em conta. Aproveitar a xepa da feira também garante bons descontos!

Carboidratos do bem
Dão disposição,mas são rapidamente transformados em energia – que, se não for gasta, engorda! Aposte, então, nos integrais, que demoram mais a ser digeridos e, por isso, dão maior saciedade.

Fibras e mais fibras
Presentes sobretudo nas frutas, verduras e legumes, elas absorvem o excesso de açúcar e de gordura do organismo, “varrendo-o” para fora do corpo. Também melhoram o funcionamento do sistema gastrointestinal, prevenindo a prisão de ventre e controlando os níveis de colesterol. 

Gordura das boas
As chamadas mono e poli-insaturadas são as mais recomendadas, porém não há muitas opções na cesta básica. Então, invista no óleo de soja (mais barato que o de canola e o de gergelim) e azeite de oliva extravirgem. 

Proteínas sempre
Encontrada em carnes, leite e derivados, ovos e leguminosas, aumenta a produção das células de colágeno e elastina no organismo – importantes para a construção e manutenção dos tecidos. 


Cardápio tudo de bom!


Inspire-se nas refeições elaboradas por Vanessa, com 1.400 calorias diárias:

opção 1
Café da manhã: 1 copo de suco de laranja natural +1 banana amassada com 1 colher (sopa) de farinha de aveia e um fio de mel 
Lanche da manhã: 1 banana 
Almoço: 1 pires de folhas verde-escuras com ½ beterraba ralada ou cozida + 2 rodelas de batata-doce assada + 1 colher (sopa) de feijão +1 filé de frango grelhado +1 laranja 
Lanche da tarde: 1 xícara (chá) de leite desnatado com café 
Jantar: Omelete feita com 2 ovos, ½ tomate picado, ½ abobrinha picada, 1 fatia de ricota em cubos, sal, pimenta, orégano e salsinha a gosto 
Ceia: 1 fatia de mamão

opção 2
Café da manhã: 1 xícara (chá) de leite desnatado com café + ½  pão francês com uma ponta de faca de manteiga ou requeijão
Lanche da manhã: 1 maçã
Almoço: 1 pires de verduras e legumes cozidos e temperados com gotas de limão e um fio de azeite de oliva + 2 colheres (sopa) de arroz + 1 colher (sopa) de lentilha +1 ovo cozido + 1 fatia de mamão
Lanche da tarde: 1 banana amassada com 1 colher (sopa) de farinha de aveia e pitadas de canela
Jantar: 1 prato grande de folhas verde-escuras, beterraba, couve-flor e agrião + 1 filé de frango ou de carne vermelha grelhado 
Ceia: 1 maçã





O cardápio acima é apenas uma sugestão. O plano alimentar deve ser individualizado e é essencial consultar um profissional.  Vale lembrar ainda que a perda de peso varia de acordo com o organismo de cada um. além disso, pessoas com diabetes, pressão alta e problemas no coração devem consultar um médico antes de começar qualquer dieta.